Política

Vereadores de Cianorte aprovam dez projetos em sessão desta semana

Conselheiro diretor da Santa Casa de Cianorte, Dr. Jorge Abou Nabhan, ocupou a Tribuna para discorrer sobre a dívida da Santa Casa
O Dr. Jorge Nabhan falou sobre a dívida da Santa Casa e outros assuntos da área da saúde de Cianorte (Foto: ASSESSORIA CMC)

Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Cianorte, realizada na segunda-feira (04), houve a aprovação por unanimidade de seis projetos em primeiro turno e outros quatro em segundo turno e redação final. Ao todo, foram aprovados seis projetos de Lei Ordinária e quatro de Lei Complementar.

Os destaques ficaram para a aprovação, em primeiro turno, de três projetos de autoria dos vereadores. O projeto de Lei 46/2017, de João Alexandre e Victor Hugo Davanço, estabelece a divulgação por meio eletrônico da listagem de fila de espera para os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI's) de Cianorte. E os projetos de Lei 51/2017-F e 67/2017-A, de Sérgio Mendes de Almeida (Mendes), que respectivamente: Estabelece sanções e penalidades administrativas para quem praticar maus-tratos a animais no município. E torna obrigatória a instalação de câmaras de monitoramento no entorno de todas as escolas públicas municipais.

Em segundo turno e redação final, três projetos de autoria do executivo ganharam destaque. O projeto de Lei Complementar 23/2017, que da nova denominação de ordem administrativa à diversos órgãos e cargos municipais, preparando a implantação da municipalização do trânsito. O projeto de Lei 60/2017, que institui o Plano Municipal de Saneamento Básico de Cianorte, que terá vigência de 20 anos. E ainda o projeto de Lei Complementar 06/2017, que cria o cargo de provimento em comissão de diretor administrativo da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Faustino Bongiorno, a ser ocupado por servidor público efetivo dos quadros do Poder Executivo Municipal.

NABHAN

O médico, e atual conselheiro diretor da Santa Casa de Cianorte, Dr. Jorge Abou Nabhan, ocupou a Tribuna livre da Câmara para falar sobre a dívida da casa e expor as contas da época que era presidente da instituição de 2000 a agosto de 2008.