Polícia

Vereador conhecia família e confessa que trocava mensagens com vítima

Polícia revela que vereador se passava por garoto de 16 anos para ganhar confiança de adolescente
O vereador de Jussara, Cláudio Ramos, o Cláudio da Padaria foi preso ontem acusado de pedofilia (Foto: Reprodução/Facebook)

O vereador  de Jussara, Cláudio Ramos, o Cláudio da Padaria, fazia parte do círculo de amizades da família da adolescente de 13 anos com quem vinha trocando mensagens, incluindo vídeos e imagens com teor pornográfico, há pelo menos três meses. A informação foi confirmada pelo delegado-adjunto da 21ª Subdivisão Policial de Cianorte, Carlos Gabriel Stecca em entrevista ao repórter Wilson Russinholi no final da tarde desta terça-feira, 12.

Cláudio Ramos, 39 anos, foi preso ontem pela manhã no seu estabelecimento comercial no centro de Jussara por uma equipe da Polícia Civil e encaminhado para a 21ª SDP em Cianorte, onde foi ouvido em depoimento pelos delegados Carlos Stecca e o Jonas do Amaral, chefe da subdivisão. 

Stecca disse ainda que Cláudio Ramos se passava por um adolescente de 16 anos, que vivia em outro estado para poder ganhar a confiança da vítima. No celular do vereador foram encontradas mais de 100 imagens e 50 vídeos de crianças e adolescentes com conteúdo pornográfico, além disso, a investigação da polícia constatou que ele participava de um grupo de aplicativo de mensagens que compartilhava conversas, vídeos e fotos de crianças e adolescentes em cenas pornográficas. 

Conforme o delegado, em seu depoimento, Claudio Ramos confirmou a troca de mensagens, mas negou que teve contato físico com a vítima. A informação também foi sustentada pela adolescente, quando foi ouvida pela polícia.  

Além das imagens, o aparelho guardava conversas com a adolescente. O vereador se fazia passar por outra pessoa nos diálogos com a vítima. Além disso, a polícia também revelou que no aparelho também havia imagens de outras adolescentes nuas, porém, segundo o delegado titular da 21ª SDP. Jonas do Amaral, ainda não é possível confirmar se o vereador mantinha contato com essas adolescentes.

Jonas do Amaral ainda detalhou que o vereador já foi autuado pelo crime de pedofilia. “Ele foi autuado e permanecerá preso. Mas a investigação continua”, revelou. O policial não confirmou a informação de que a mãe da adolescente teria feito se passar pela vítima durante as conversas com o acusado e tampouco confirmou que foi a mãe da garota que teria denunciado Claudio da Padaria.

Procurada pela reportagem, a Câmara de Vereadores de Jussara informou que não vai se manifestar sobre o caso neste momento. A TRIBUNA DE CIANORTE também tentou um contato com o advogado de Claudio Ramos, mas ele não atendeu as ligações feitas para o seu celular e nem retornou as chamadas.