Economia

Varejo paranaense pode perder R$ 1,2 bilhão com feriados em 2020

(Foto: Arquivo/Tribuna )

O número de feriados em 2020 que caem em dias de meio de semana e, portanto, com possibilidade de emenda ou ponte com o fim de semana, será o dobro de 2019. Se neste ano foram quatro feriados do tipo, no ano que vem serão pelo menos oito, sem contar Natal e Ano Novo. Para alguns setores isso significa perdas. Só o varejo nacional extima uma perda de R$ 11,8 bilhões por causa dos dias parados. A estimativa é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O estudo contudo não traz dados por estado, mas uma estimativa da Associação Comercial do Paraná (ACP) de 2017 apontava perdas para o comércio de até R$ 160 milhões em todo o varejo paranaense a cada data com feriado prolongado, o que somaria cerca de R$ 1,28 bilhões a menos em vendas no ano que vem.

A estimativa nem conta os feriados estaduais e municipais. Os setores que mais sentem o impacto dos feriados, segundo o estudo da Fecomércio-SP, são supermercados, farmácias, vestuário, tecidos, calçados e móveis e decorações.

Impacto
Apesar do valor de perdas, a Fecomércio-SP não vê a questão como dramaticidade. Na análise da entidade, esses R$ 11,8 bilhões podem parecer um enorme dano ao varejo, contudo, o valor representa 0,6% de tudo o que o setor fatura em um ano (ou aproximadamente dois dias de comércio completamente fechado).

Além disso, com a economia mostrando sinais de recuperação, a tendência é de haver mais vendas em 2020. Para a Federação, a discussão de perdas em razão dos feriados vai ficando para trás.

Além disso, como já discutido em outras épocas, os feriados prolongados costumam transferir recursos para outros setores, como aqueles ligados ao turismo, favorecidos quando o calendário é generoso.

Vendas do comércio cresceram 2,12% em setembro no Paraná

O varejo paranaense cresceu 2,12% em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os dados são da Pesquisa Conjuntural, elaborada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR).

Os melhores desempenhos do mês de setembro foram obtidos pelas lojas de departamentos (24,30%), combustíveis (13,48%), autopeças (9,79%) e óticas, cine-foto-som (9,19%).

Na variação mensal houve redução de 5,05% no faturamento, oscilação característica do mês de setembro em relação a agosto, que tem mais dias úteis e o incentivo das vendas do Dia dos Pais.

No acumulado do ano, o varejo do Paraná apresenta alta de 1,56%, com destaque para as lojas de departamentos (27,68%), óticas, cine-foto-som (18,20%) e pelo setor de combustíveis (7,14%).

A região Sudoeste se sobressaiu no mês de setembro, com aumento de 15,02% em relação a setembro de 2018. Em Curitiba e Região Metropolitana houve elevação de 6,59% nas vendas e em Londrina o comércio teve acréscimo de 0,86%. Nas demais regiões, os resultados foram negativos, sendo de -6,28% em Maringá; -5,07% na região Oeste e -3,06% em Ponta Grossa.

Os feriados prolongados de 2020
Ano Novo 1º jan - quarta-feira
Carnaval 25 fev - terça-feira
Sexta-feira Santa 10 abr - sexta-feira
Tiradentes 21 abr - terça-feira
Dia do Trabalho 1º de maio, sexta-feira
Corpus Christi 11 jun - quinta-feira
Independência 7 set - segunda-feira
N. Sra. Aparecida 12 out - segunda-feira
Finados 2 nov - segunda-feira
Natal 25 dez – sexta-feira