Cidades

Tuneiras do Oeste espera arrecadar mais de R$ 600 mil com IPTU

Valor é quase quatro vezes maior ao que foi arrecadado em 2017. Entrega dos carnês já foi concluída
["Prefeitura de Tuneiras do Oeste j\u00e1 fez a entrega dos quase tr\u00eas mil carn\u00eas do IPTU 2018 "] (Foto: MARCO MARTINS / TRIBUNA)

A Prefeitura de Tuneiras do Oeste espera arrecadar pouco mais de R$ 620 mil com o pagamento do Imposto Predial, Territorial e Urbano (IPTU) dos cerca de 2,8 mil imóveis urbanos registrados na cidade. O valor previsto para esse ano, que sofreu apenas correção inflacionária do período, é quase quatro vezes maior que o arrecadado em 2017, quando foram pagos R$ 178 mil. Em 2016, a prefeitura arrecadou pouco mais de R$ 168 mil. Já em 2015 o tributo gerou uma receita de R$ 151 mi. 

A entrega dos carnês já foi concluída e os contribuintes podem pagar o tributo em até três vezes, com a primeira parcela prevista para o dia 10 de setembro. Além do IPTU, a taxa de iluminação pública cobrada dos contribuintes esse ano teve uma deflação de 0,5% no seu valor final, anunciou essa semana o prefeito Taketoshi Sakurada, o Bóia (PR).

De acordo com o ele, os valores arrecadados com o IPTU vão reforçar o caixa da prefeitura no fim do ano, já que a última parcela tem previsão de pagamento para o dia 10 de novembro. O prefeito explica que optou por emitir a cobrança do imposto sobre os imóveis urbanos no segundo semestre do ano para não causar impacto ao orçamento da população, sobretudo dos donos de imóveis com renda mais baixa.

“Nos primeiros meses do ano, o contribuinte tem muitos compromissos para serem honrados até março ou abril. Além das contas normais do mês, existem as responsabilidades com IPVA, escola, e outras despesas que soram do fim do ano anterior. Para evitar esse impacto nas finanças das famílias a gente decidiu deixar para cobra o imposto em setembro”, explica o prefeito.

Bóia disse que espera esse dinheiro para tocar a máquina administrativa da prefeitura. Como são recursos livres, o dinheiro que entra através do IPTU pode ser usado na conclusão de obras, na ampliação de serviços oferecidos à população ou até mesmo para pagar salários e compromissos financeiros do Município. “O cidadão deve estar ciente que esse dinheiro sempre é revertido em favor da nossa cidade. Dependemos desses recursos para continuar atendendo a população, seja com obras, serviços ou atendimentos”, detalhou o prefeito.