Saúde

Saúde registra mais de mil casos em 13 dias

Procura por colírio nas farmácias básicas obrigou secretaria fazer compra extra do medicamento
Cuide dos seus olhos (Foto: ARQUIVO)

Doze dias depois da Secretaria de Saúde de Cianorte notar uma procura acima da média por atendimento de pessoas com sintomas de conjuntivite viral nas unidades básicas espalhadas pela cidade, o número de casos confirmados das doenças já ultrapassou a marca de mil pessoas infectadas. Tantos casos em tão pouco tempo têm feito a secretaria intensificar as ações para tentar diminuir o contágio da doença.

Conforme o mais novo levantamento do Departamento de Vigilância Epidemiológica concluído na quinta-feira, 29, pela manhã, são 1.121 casos da doença – provocados pelo Adenovírus - confirmados em apenas 13 dias.  De acordo com o trabalho da VE, a maioria dos casos são de adultos que contraíram a doença em ambiente de trabalho.

A secretária de Saúde de Cianorte, Michelly Poliana Pricinotto alerta a população que ao notar sintomas como coceira, olhos vermelhos e lacrimejantes, sensação de areia ou ciscos, entre outros, a pessoa deve procurar o quanto antes a Unidade de Pronto Atendimento ou uma das onze unidades básicas de saúde espalhadas pela cidade para receber o diagnóstico adequado.

 

Michelly também explica que entre as medidas adotadas para combater o surto pela secretaria, estão a intensificação da divulgação dos cuidados entre os estudantes da rede municipal e a comunidade. A secretária reforça a importância da higienização das mãos, o uso do álcool em gel e o não compartilhamento de utensílios pessoais, como toalhas e lenços. “Antes do surto atendíamos 50 casos da doença. Hoje são 50 por dia”, contabiliza a secretaria.

 

Além disso, os agentes comunitários de saúde (ACSs), que rotineiramente realizam visitas às residências, também foram mobilizados. Estes agentes  passaram também a orientar sobre a importância de atos simples, como lavar as mãos e não coçar os olhos em locais que concentram grande quantidade de pessoas.

Colírio

O surto-epidemiológico de conjuntivite viral em Cianorte não provocou uma corrida apenas aos postos de saúde. As onze farmácias básicas dos municípios também registraram um movimento anormal nas últimas duas semanas. O motivo é a procura por colírio, medicamento mais usado no controle da conjuntivite.

A procura chegou a baixar os estoques de colírio nas farmácias, o que obrigou a Secretaria de Saúde a fazer uma compra emergencial do medicamento para atender a população.