Saúde

Saúde confirma cinco casos de dengue em Cianorte neste ano

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) divulgou na sexta-feira (30) o novo boletim da dengue no Paraná. Na 13ª Regional de Saúde são sete casos confirmados, sendo cinco em Cianorte e os demais em São Tomé e Tuneiras do Oeste. Ao todo, são 136 notificações nas nove cidades atendidas pela RS, sendo que 102 suspeitas são em Cianorte.

De acordo com o relatório, Cianorte possui cinco casos autóctones da doença. Em São Tomé, a única confirmação é de caso importado, já em Tuneiras do Oeste o caso é autóctone, ou seja, a pessoa foi contaminada no próprio município. Para a Sesa, Cianorte está classificada como risco médio para a proliferação da doença, ou seja, o Índice de Infestação Predial está entre 1% e 3,99%. O último relatório do Setor de Combate à Dengue, divulgado na semana passada, apontou infestação de 2,1% - dos 1.517 imóveis visitados pelos agentes, em 36 havia foco do mosquito.

EPIDEMIA NO NOROESTE

Quatro cidades do noroeste do Paraná vivem uma epidemia de dengue. Itaúna do Sul, Paranapoema, São João do Caiuá e São Pedro do Paraná são os municípios com mais casos confirmados na região.

O balanço apontou que Itaúna do Sul, com 3.411 habitantes, teve 86 doentes de agosto de 2014 a janeiro de 2015. Na sequência, aparecem Paranapoema, com 40 casos confirmados, São João do Caiuá, com 46 doentes, e São Pedro do Paraná, com 11 confirmações. Essas três cidades têm população estimada de dois mil a cinco mil habitantes.

Os municípios com maior casos notificados são Londrina, com 2.103, Cambé, com 408, e Cascavel, no oeste do Paraná, com 415. Londrina ainda teve 77 doentes no período epidemiológico.