Saúde

Rondon intensifica combate ao Aedes

Bairros com maior índice de infestação do mosquito transmissor da dengue estão sendo priorizados
Aplicação de inseticida por bomba costal está sendo intensificada em Rondon (Foto: Divulgação / Prefeitura de Rondon )

A Secretaria Municipal de Saúde de Rondon intensificou as ações nos bairros (e também no centro) com maior índice de infestação do mosquito Aedes Aegypti. Na última quinta-feira, 6, parte do centro da cidade, e do Conjunto São João receberam a aplicação por inseticida por UBV (Ultra Baixo Volume) Costal fornecido pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). A ação é mais um fator protetivo que visa o bloqueio contra o mosquito Aedes aegypti. “A aplicação do inseticida é realizada num raio de até 300 metros do caso suspeito de dengue”, disse a chefe do Setor de Combate a Endemia, Renilda Pereira Padovan.

No último sábado, 8, foi a vez do Conjunto Santo Antônio, próximo ao Centro Municipal de Saúde. “O carro fumacê só é disponibilizado quando há epidemia confirmada no município”, explicou Renilda.

Orientações

No momento da aplicação do inseticida pelos agentes de endemias, a Secretaria Municipal de Saúde indica retirar as crianças e animais da proximidade, abrir as portas e janelas, tampar as gaiolas dos pássaros ou retirá-los do local, e lavar os bebedouros de águas dos animais após a passagem do inseticida pela região estabelecida.

Produtos Orgânicos

Com o objetivo de orientar e preparar produtores rurais interessados em obter certificação de produtos orgânicos, Rondon, através do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsea), em parceria com o Governo do Estado, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato Rural, Instituto Emater e o Paraná Mais Orgânico realizaram na sexta-feira, 8, no auditório do Sindicato Rural de Rondon, uma palestra com o tema “Certificação de Produtos Orgânicos”, envolvendo produtores e técnicos da área.

Segundo o Técnico Agrícola do Emater de Rondon, Emanuel Sordi, o encontro teve como objetivo orientar os participantes referente ao sistema de certificação orgânica, tanto para o produto como para a propriedade, incentivando os agricultores interessados a procurarem os técnicos do Instituto Emater, a fim de torná-los aptos para o fornecimento de alimentos orgânicos.

Na oportunidade foram discutidos temas como “Mercados e Comercialização dos Produtos Orgânicos” – ministrado pelo Técnico Agrícola do Emater, Emanuel Sordi, e “O Programa Paraná Mais Orgânico” – ministrada pela Engenheira Agrônoma da UEM, Amanda Ferreira Correia. (Com informações da Prefeitura de Rondon).