Educação

Richa libera 55 mil horas para contratação de professores

["UEM, que tem campus, em Cianorte, ter\u00e1 15 mil horas para contratar professores"] (Foto: ARQUIVO/TRIBUNA )

O governador Beto Richa assinou na manhã de hoje (19) o decreto 9.028, que autoriza as sete universidades estaduais a utilizar 55.905 horas por semana para a contratação de docentes em regime especial por tempo determinado.

Segundo o governador, mesmo com a necessidade de ajuste permanente nas contas públicas, foi realizado um esforço por parte do governo para manter o bom funcionamento das instituições de ensino superior no Paraná.

“Atendemos aos pedidos dos reitores das universidades na questão da hora-aula para que não haja nenhum tipo de prejuízo aos alunos. O ano letivo transcorrerá dentro da sua normalidade”, afirmou Richa.

 

FORTALECIMENTO

 

O secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, destacou o empenho do governador em resolver as demandas das universidades. “O governador Beto Richa, sistematicamente, dá as condições necessárias para fortalecer as sete universidades. Todos já podem atuar com tranquilidade e continuar desenvolvendo o trabalho que garante inovação e o desenvolvimento para o Estado do Paraná”, declarou.

UNIVERSIDADES

As instituições estão autorizadas a manter contratos de docentes em regime especial conforme especificado no decreto. A distribuição carga horária é a seguinte:

Universidade Estadual de Londrina (UEL) – 4 mil horas;

Universidade Estadual de Maringá (UEM) – 15 mil horas;

Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) – 6.300 horas;

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) – 7.600 horas;

Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) – 10 mil horas;

Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) – 5.005 horas;

Universidade Estadual do Paraná (Unespar) - 8 mil horas.