Política

Ratinho Junior contrata fundação com dinheiro privado para definir extinção de secretarias

O governador eleito do Paraná, Ratinho Jr. (PSD), contratou a Fundação Dom Cabral para fazer um estudo sobre a estrutura administrativa do estado. O estudo, que deverá ficar pronto no mês que vem, ajudará a determinar quais secretarias e órgãos continuarão existindo.

Ratinho prometeu na campanha que reduziria pela metade o número de secretarias existentes hoje. Porém, jamais disse exatamente quais seriam extintas, quais seriam fundidas e quais permanecem como estão. Deu apenas alguns poucos exemplos em debates.

Segundo o deputado estadual Guto Silva (PSD), um dos políticos mais próximos a Ratinho, e cotado para ser chefe da Casa Civil no governo, o estudo está sendo pago pelo G7 – grupo de instituições do setor produtivo que inclui a Fecomércio, presidida por Darci Piana (PSD), vice-governador eleito.

O estudo é um dos motivos para que Ratinho ainda não esteja nomeando nenhum secretário. Primeiro seria necessário saber quais pastas estarão disponíveis e qual será o perfil de cada uma, para só depois dar início às indicações."