Meio Ambiente

Projeto Da Escola ao Rio faz primeira coleta em nascente

Foi realizada a primeira coleta de água da nascente do rio Apuí, para o projeto Da Escola ao Rio. A atividade envolve alunos da 2ª série A, 2º Arquimedes, do Ensino Médio do Colégio Igléa Grollmann. Sanepar, Unilivre e Secretaria Estadual de Educação estão à frente das atividades.  O objetivo é verificar as condições da água do ribeirão que deságua no Rio Bolívar, responsável pelo abastecimento da água potável de Cianorte.

“É uma ação importantíssima, que além de despertar os alunos para a questão ambiental, abrange de modo geral a sustentabilidade. O contato com as populações ribeirinhas também é outra vertente”, salienta Luzia Cândida Bueno. Ela é  especialista em educação ambiental e meio ambiente e gestora de educação sócio ambiental da diretoria de meio ambiente da Sanepar.

Da Escola ao Rio deve proporcionar, também, um levantamento do impacto das populações humanas no entorno das áreas hídricas em questão. “Faremos ainda um plantio simbólico de espécies nativas”, lembra Luzia.

VITAL


O Ribeirão Bolívar é responsável pelo abastecimento d'água de 60% da população de Cianorte, pertence à Bacia do Ivaí, tendo como microbacia o Rio Índio, com sete nascentes. Uma delas é a do córrego Apuí. Serão três coletas até o fim do ano, que deverão ser analisadas nos laboratórios do Colégio, quando os alunos vão experimentar na prática os conhecimentos de Química. Marcos Trindade e Marcos Rodrigo Gaiotto, são os professores responsáveis pelo projeto em âmbito escolar.