Cidades

Produtores de mandioca participam de encontro regional em São Lourenço

Técnicos apresentaram novas tecnologias a partir de pesquisas do Iapar e da Unioeste
["Encontrou reuniu v\u00e1rias autoridades da cadeia produtiva da mandioca no distrito de S\u00e3o Louren\u00e7o"] (Foto: ASSESSORIA PMC)

Apresentar novas tecnologias aplicadas a mandiocultura e discutir questões trabalhistas aplicadas para o setor. Estes foram os objetivos da sexta edição do Encontro Regional de Produtores de Mandioca da Amenorte (Associação dos Municípios do Médio Noroeste do Estado do Paraná). O evento organizado pelo Emater (Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural), com o apoio da Secretaria Municipal de Agricultura de Cianorte, aconteceu na sexta-feira (13), no distrito de São Lourenço, e foi acompanhado por aproximadamente 100 produtores.

O anfitrião, Roberto Aparecido Corredato, que é o chefe regional do Emater, destacou a importância do evento para o setor. “Buscamos com esta iniciativa, apresentar as novas tecnologias da cultura da mandioca, preconizadas por órgãos que trabalham no desenvolvimento de pesquisas, como o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)”. Durante o encontro também foram discutidas as questões trabalhistas, que ocorrem durante a colheita da produção.

“A mandioca tem contribuído muito para o desenvolvimento de Cianorte e para os municípios que compõe a Amenorte, tanto do ponto de vista econômico, quanto social”, ressaltou o prefeito Bongiorno. “Estes encontros são fundamentais para que o setor desenvolva estratégias e procure meios para que os objetivos sejam atingidos. Estamos sempre dispostos a auxiliar os produtores, já que entendemos o quão representativa é a atividade na economia do nosso município”, finalizou.

Também participaram da ocasião, o representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cianorte, Luiz Gavioli; o gerente da agência do Banco Sicredi, Geraldo Donizete Peroco; o secretário municipal de Agricultura, Georges Robert Charron Junior; o chefe do Núcleo Regional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Seab), Francisco Cascardo Neto; o administrador distrital, Luiz Parpinelli; e o diretor da empresa Amafil, Manoel Antonio da Silva, popularmente conhecido como Anésio.