Estado

Procon-PR soluciona 80% dos conflitos em até 10 dias

Cinco empresas que mais foram alvo de queixas são operadoras de telefonia e, juntas, respondem por 40% das reclamações.
A plataforma consumidor.gov.br permite que o consumidor reclame sem sair de casa (Foto: AEN )

O Procon-PR registrou 96 mil atendimentos no primeiro semestre de 2019. Das reclamações encaminhadas ao órgão de defesa do consumidor vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, 80% dos conflitos foram solucionados em até 10 dias. As cinco empresas que mais foram alvo de queixas são operadoras de telefonia e, juntas, respondem por 40% das reclamações.

O canal mais utilizado pelos consumidores que desejam fazer uma reclamação contra fornecedores de bens e serviços é a plataforma consumidor.gov.br, com 45.256 atendimentos de janeiro a junho deste ano. Em seguida, estão os atendimentos presenciais (21.771), por telefone (19.629), por e-mail (9.583) e por carta (404).

“Somente nos canais preliminares de solução de conflitos disponibilizados pelo órgão, aproximadamente 80% dos consumidores tiveram sua demanda resolvida, percentual bastante positivo”, avalia a chefe do Procon-PR, Claudia Silvano. Ela destaca que, como mostram os números, a maioria do público já utiliza o consumidor.gov.br, no site ou por aplicativos, para registrar reclamações. “É a modernização no atendimento que resulta em benefício para a população”, ressalta.

“Esses registros demonstram o comprometimento do Procon-PR com o consumidor paranaense em solucionar problemas frequentes de reclamações e de abusos por parte de fornecedores de bens e serviços”, complementa o secretário da Justiça, Ney Leprevost.

TIPOS DE ATENDIMENTO

Segundo a chefe do Procon-PR, são disponibilizados vários serviços para que o consumidor tenha um bom atendimento. Um deles é a Consulta Simples para o esclarecimento de dúvidas referentes à compra de produtos ou contratação de serviços. Já a Carta de Informações Preliminares (CIP) demanda uma intervenção do órgão para solucionar de forma rápida as reclamações apresentadas pelos consumidores, no prazo médio de 10 dias.

Outra opção é a abertura de Processo Administrativo, que requer a realização de uma audiência de conciliação entre as partes e sujeita o fornecedor às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor. Apenas no primeiro semestre, foram realizadas cerca de 5,5 mil audiências.

PLATAFORMA DIGITAL

A plataforma consumidor.gov.br, serviço oferecido pelo Procon-PR, permite que o consumidor reclame sem sair de casa, usando o computador ou smartphone. Claudia Silvano destaca que a ferramenta é simples de usar e está disponível em todo o Paraná – basta ter acesso à internet.
Além do site, a plataforma está disponível também em aplicativo disponível para os sistemas IOS e Android.