Brasil

Primeiro turno termina sem prisões em Cianorte

O Corpo de Bombeiros também atuou no suporte à segurança em Cianorte (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

O efetivo da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) reforçou a segurança em todos os locais de votação da região de Cianorte, durante o primeiro turno das eleições, no domingo (7). Nenhum ocorrência foi registrada e não houve presos nos sete municípios de atuação, segundo o comando da Companhia. No Noroeste, três pessoas foram levadas para a delegacia na região de Paranavaí e duas na região de Umuarama.

Em todo o Paraná, foram 223 acionamentos, 114 encaminhamentos e 80 Termos Circunstanciados lavrados. Cerca de 10 mil policiais militares atuaram durante a Operação Eleições 2018 - 1º Turno em todos os 399 municípios.

“Considerando a complexidade dessa eleição, o número de candidatos, entendo que o pleito foi tranquilo e o número de flagrantes também foi pequeno, se comparado a outros momentos”, avaliou a comandante-geral da PM, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha.

CRIMES

O reforço do policiamento foi voltado ao combate de crimes e contravenções eleitorais e outras irregularidades, em apoio à Justiça Eleitoral, principalmente para coibir propaganda próximo aos colégios eleitorais e boca de urna. O policiamento alcançou os 4.790 locais de votação e dos 26.119 seções eleitorais do Estado. Na capital e na região cerca de 500 viaturas foram empregadas. Em todo o estado foram mais de 1.790.

O trabalho preventivo nas ruas e nas proximidades dos locais de votação resultaram, ainda, na apreensão de 45.967 panfletos/santinhos, 13.831 adesivos e 22 bandeiras. As equipes policiais reforçaram o policiamento ostensivo e estabeleceram pontos base em locais estratégicos dos municípios para reforçar a segurança e garantir o direito ao voto e a ordem pública. Em todo o estado, o Corpo de Bombeiros também foi empregado com o suporte de ambulâncias e veículos para combate a incêndio e ocorrências de emergência.