Economia

Preço de gás de cozinha varia até 20% nas cidades da região

Valor mais barato encontrado é de R$ 64,90, em Cianorte, e o mais caro, R$ 80, em Japurá
O preço do gás não possui qualquer tipo de tabelamento e pode custar até R$ 85 no Paraná, segundo a ANP. (Foto: ARQUIVO)

O elevado preço do gás de cozinha costuma assustar os consumidores. Em Cianorte e região o preço pago pelos consumidores oscila 20% entre as revendedoras das cidades. Os valores podem variar de acordo com cada cidade e bairro.

Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP) o preço médio de revenda do botijão de gás de cozinha no Paraná é de R$ 70. Mas cada depósito que comercializa pode estipular o preço e o lucro em cima do produto. Além disso, a carga tributaria e a distribuição também pode trazer variação no preço final para o consumidor.

O preço final do gás de cozinha é composto pelo valor cobrado pelo produtor, ICMS, valor de distribuição e o de revenda. No final, o preço pode chegar a até R$80 para o consumidor em algumas cidades da região noroeste.

É o caso de Japurá onde as revendas comercializam o botijão de 13 quilos por R$ 80, o maior preço da região. Em alguns casos, são descontados R$ 5 do consumidor caso ele busque o gás na revendedora.

Em Cianorte, os valores viram 13% conforme os locais de revenda. O valor mais em conta é de R$64,90 em duas revendedoras localizadas no Jardim São Francisco e na Zona 6. O gás de cozinha mais caro encontrado em Cianorte é R$ 75 em cinco distribuidoras.

A Petrobrás anunciou um aumento em fevereiro de 2019 no gás liquefeito de petróleo, o chamado gás cozinha residencial. O produto que na época era comercializado a R$ 25,07 na refinaria, é vendido a R$ 25,33 desde fevereiro.

O penúltimo aumento do gás aconteceu em setembro de 2018. Na época, o gás custava R$ 25,10 nas refinarias e, em novembro do mesmo ano, esse valor caiu para R$ 25,07. O reajuste é feito, geralmente, a cada três meses.