Trânsito

PRE: Operação Proclamação da República começa nesta quinta

Polícia Rodoviária Estadual estará realizando fiscalizações em diversos pontos

 

Começa hoje (14) às 14h a Operação Proclamação da República da Polícia Rodoviária Estadual. A medida é para garantir maior segurança às pessoas que vão pegar a estrada durante o feriado prolongado, que acontece nesta sexta-feira (15). As ações acontecerão em todos os 12.421 km de rodovias estaduais, coordenadas pelos 58 postos da unidade, espalhados por todo o estado. A expectativa é que o fluxo das rodovias aumente cerca de 30%.

O BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária) orienta a todos que verifiquem as condições mecânicas de seus veículos. Freios, suspensão e pneus devem ser checados antes de pegar a estrada, evitando surpresas desagradáveis. Além disso, o motorista deve estar sempre com os documentos do veículo e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O policial rodoviário do Posto de Cianorte, André Trus, destaca que alguns cuidados podem salvar vidas. “O motorista deve manter distância adequada entre um veículo e outro. Respeitar o limite de velocidade, não forçar ultrapassagens ou ultrapassar em locais proibidos. Andar com o farol do carro e da moto aceso e não beber”, recomendou o policial, destacando que as boas condições do veículo também são indispensáveis. “Sempre antes de viajar fazer uma revisão, verificar freios, enfim, todos os itens de segurança”.

O aumento no fluxo de veículos nas estradas estaduais demanda maior atenção por parte dos policiais rodoviários, que farão fiscalizações e abordagens, testes etilométricos (bafômetro), blitz em pontos de maior incidência de acidentes e verificação de velocidade por meio de radares fotográficos. 

 

Estatísticas

Dados da 4ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual, em Maringá, apontam que no feriado da Proclamação da República do ano passado foram registrados em todo Paraná 150 acidentes com onze mortos e 121 feridos. A PRE também registrou um atropelamento, 4.182 multas de radares e 2.838 autuações nos postos da PRE.

De janeiro a outubro deste ano foram registrados, na PR-323, 597 acidentes, com 423 feridos e 38 óbitos.