Polícia

Polícia investiga morte de empresário como latrocínio

Policiais encontraram o corpo foi na caminhonete após denúncias anônimas (Foto: DIVULGAÇÃO PM PR)

A morte de Moacyr Lima Pinheiro, de 49 anos, já está sob investigação da 21ª Subdivisão Policial de Cianorte. Os dois suspeitos, de 19 e 21 anos, foram presos em flagrante por latrocínio – roubo seguido de morte. De acordo com o delegado Carlos Gabriel Stecca, os detidos foram interrogados e deram versões diferentes do ocorrido. A polícia ainda vai ouvir parentes da vítima e o inquérito deve ser concluído somente na próxima semana.

Segundo o delegado, ainda não é possível precisar onde e em que horário o empresário foi morto. “O suspeito de 19 anos disse ter recebido a caminhonete do outro envolvido para leva-la até o chamado ‘trevo do Bigão’ e não tinha conhecimento do corpo na carroceria. No deslocamento ele teria perdido o controle do veículo e entrado na lateral da pista, em uma área de contenção de água, onde a caminhonete foi abandonada”, explicou Stecca. O outro suspeito nega participação no crime.

Além do resultado dos exames de necropsia, a polícia também aguarda perícias de comparação de sangue da vítima com material colhido dos suspeitos para a conclusão do inquérito. Segundo a PM, a caminhonete não tinha alerta de furto / roubo e a família também não havia registrado o desaparecimento da vítima, que foi vista pela última vez ainda durante a tarde de domingo.

ENTENDA O CASO

O morador de Tapejara foi encontrado morto na carroceria da própria caminhonete, em uma estrada rural de Cianorte, no domingo (11). A Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima, por volta das 15h20, de que uma camionete GM S/10 de cor branca estaria submersa em uma caixa de contenção de água, na estrada que liga o Jardim Cassidori ao Parque das Nações. No local, os policiais localizaram o corpo da vítima.

Nas proximidades, as equipes avistaram uma motocicleta parada perto da mata, de onde saiu um indivíduo, que se evadiu em alta velocidade. Na abordagem, a polícia identificou o suspeito como um homem de 19 anos de idade que estava com a calça molhada e apresentava muito nervosismo. Com ele foi localizado um pen drive de músicas da vítima e ligações de celular entre os dois.

Ele assumiu que estava dirigindo a caminhonete e que o veículo havia sido repassado por outro suspeito. Uma equipe foi até a residência do delatado e realizou a prisão em flagrante do homem de 21 anos. Dentro da casa foi encontrado um boné com manchas de sangue.