Política

Pesquisas apontam perfil de Ratinho Junior como preferido dos eleitores

Considerado um nome da nova geração de políticos, deputado se destaca no cenário eleitoral do estado
Ratinho Junior está cada vez mais popular entre os eleitores, e já apresentou projetos importantes como a lei que amplia as práticas de combate à corrução (Foto: ASSESSORIA RATINHO JUNIOR)

As duas pesquisas de âmbito nacional divulgadas neste final de semana apontam para o perfil do deputado Ratinho Junior (PSD) como o preferido do eleitor na disputa ao Governo do Estado em outubro de 2018. O Paraná Pesquisas mostra que 59,4% preferem votar em um candidato novo e o Datafolha adianta que 87% avaliam como muito importante escolher um candidato que nunca tenha se envolvido em casos de corrupção e para 79%, a experiência do candidato é muito importante.

"Sou de uma geração de políticos novos que tem a experiência da iniciativa privada e na gestão dos serviços públicos. É uma geração que considera essencial a austeridade e o uso racional dos recursos públicos. E que também defende o rigor na punição de qualquer desvio no âmbito da administração pública. Acredito que o Paraná só poderá alcançar um novo patamar através de um modelo de gestão moderna e dinâmica", disse Ratinho Junior em recente entrevista à imprensa.

O Paraná Pesquisas mostra ainda que 73% dos brasileiros garantem que não votariam em um candidato mencionado na Lava Jato. No Datafolha, 65% consideram muito importante que o candidato tenha passado político conhecido, 31% preferem um novato na política e para 59%, é muito importante que o candidato tenha experiência no meio empresarial.

 

COMPLIANCE

Ratinho Junior já apresentou projeto de lei que amplia as práticas de combate à corrução no Paraná. O compliance, no termo usado para definir essas práticas, estabelece regras claras e processos transparentes para evitar a corrupção no setor público.

Como fundamento ao projeto, Ratinho Junior citou as ações executadas pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedu) entre 2013 e 2107.

“Nós fizemos 3.2 mil operações financeiras na Sedu e nenhuma foi questionada pelo Ministério Público e nem pelo Tribunal de Contas do Estado. Isso demonstra a maneira transparente de que como foi conduzido o processo e que queremos levar essa experiência para todas as demais secretarias, inclusive para as prefeituras e para os demais órgãos do Estado”, reforçou Ratinho Junior.

A referência de gestão pública vem da atuação de Ratinho Junior à frente da Sedu. Entre março de 2013 e agosto de 2017, seu período à frente da pasta, as 3,2 mil obras urbanas no Paraná somaram R$ 1,7 bilhão de investimentos a atenderam 392 cidades. "Estabelecemos

o uso racional dos recursos, evitando desperdícios, cobrando agilidade na execução das obras que trouxeram qualidade de vida para os paranaenses porque se traduzem em mais desenvolvimento e bem estar social às cidades atendidas", disse Ratinho Junior.