Cidades

Pesquisa aponta que variação de preços dos combustíveis está dentro da média

Consumidores questionam prática de cartel nos postos de combustíveis de Cianorte
Em Cianorte, variação de preços é considerada justa ao consumidor (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

Nos últimos meses, o preço dos combustíveis mais utilizados pelos brasileiros tem passado por uma sequência de fortes altas. De setembro a novembro, os reajustes da Petrobras para a gasolina acumulam 19,6%. No caso do diesel, 11,3%. Atentos aos aumentos anunciados pela empresa, alguns consumidores têm demonstrado preocupação com os preços dos combustíveis em Cianorte. Na última semana, nossa reportagem recebeu uma denúncia de que os postos da cidade poderiam estar praticando cartel, ou seja, combinando preços acima da média para eliminar a concorrência e obter maiores lucros.

Na última segunda-feira (4), nossa equipe de reportagem fez uma pesquisa de preços em 15 postos da cidade e constatou uma variação considerável no preço do litro dos três combustíveis observados: gasolina comum, etanol e diesel, como mostra a tabela. O litro de gasolina mais caro é vendido a R$ 4,37 e o mais barato a R$ 4,02; o etanol varia entre R$ 2,68 e R$ 3,06 e o diesel vai de R$ 3,05 a R$ 3,49.

Os órgãos responsáveis por acompanhar a situação no município não registraram nenhuma reclamação ou denúncia referente à prática abusiva de preços nos últimos anos. Em 2013, vários postos da cidade foram fiscalizados pelo Ministério Público e pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), após denúncias de consumidores sobre a qualidade dos produtos. Os órgãos também fiscalizaram a regularidade dos empreendimentos. Na hora de abastecer é importante verificar se as bombas de combustível têm o selo do Inmetro e também se o posto possui alvará de funcionamento e dispositivos de segurança exigidos pelo Corpo de Bombeiros.

No Paraná, os combustíveis são mais caros do que em outros estados pela alíquota de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aplicada e a variação de preços entre os municípios pode ser explicada pela logística de distribuição das redes de postos.

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS EM CIANORTE
*A pesquisa foi realizada na segunda-feira e está sujeita a alterações.

COMO DENUNCIAR

Quem observar qualquer irregularidade no trabalho dos postos de combustíveis em Cianorte pode procurar o Procon-PR ou o Ministério Público (MP-PR). O Procon, órgão de defesa do consumidor, fica na avenida Brasil, n° 413, e atende de segunda a sexta-feira das 8 às 12 horas e das 13h30 às 17h30 horas. O telefone é 3637-2840. A sede local do MP-PR fica na Casa da Cidadania, também na avenida Brasil, n° 605. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas e o telefone para contato é 3629-2128.