Cidades

‘Perdi tudo’, afirma moradora de casa destruída pelo fogo no bairro Cianortinho

Talita Medina estava em casa com seu filho de apenas quatro anos, mas ninguém se feriu
Casa na Rua Timbiras ficou completamente destruída pelo fogo (Foto: Martins Neto / Tribuna de Cianorte )

Um incêndio destruiu uma casa na Rua Timbiras, no bairro Cianortinho, em Cianorte, no início da tarde de hoje, 12. Não houve feridos durante a ocorrência. No entanto, a casa ficou completamente destruída. A moradora da casa e seu filho de apenas quatro anos conseguiram escapar e pedir ajuda, mas o fogo tomou conta de todos os cômodos rapidamente. Equipes do 8º Subgrupamento de Bombeiros Independente (SGBI) de Cianorte atenderam a ocorrência utilizando dois caminhões.

A moradora, identificada pela reportagem como Talita Medina, 29, relatou que estava lavando roupas quando ouviu um barulho. Na sequência, seu filho veio correndo em sua direção afirmando que estava pegando fogo em um colchão em um dos cômodos da casa.

“Escutei um estouro, ai ele (o filho) veio dizendo ‘mãe, está pegando fogo’ e saiu correndo. Fui ver e realmente estava pegando fogo. Saímos e a primeira coisa que fiz foi chamar uma vizinha para pedir ajuda. Quando voltamos para ver, o fogo já tinha se alastrado pela casa. Perdi tudo. Não consigo acredita que isso está acontecendo. Achamos que isso nunca vai acontecer com a gente” afirma Talita Medina, bastante abalada com a situação.

Dona de casa, Talita Medina morava de aluguel na casa há cerca de quatro meses. Seu marido trabalha como caminhoneiro e estava viajando no momento do acidente. Além do menino de quatro anos que estava na residência, Talita tem outros dois filhos (8 e 5 anos), que estavam na escola.

Fogo se alastrou rapidamente pela casa. Foto: Beto Gazzi

 

De acordo com o aspirante a oficial do Corpo de Bombeiros, Lucas Daniel Kulik, as causas do incêndio, a principio, seriam por problemas na fiação elétrica. Porém, quando as equipes chegaram para atender a ocorrência a casa já estava completamente tomada pelas chamas, o que dificulta uma análise mais aprofundada das causas.

“A princípio, a fiação elétrica foi a causa do incêndio. Não conseguimos dar certeza disso, pois, no momento em que a guarnição chegou, a casa já estava tomada pelo incêndio. Descartamos a possibilidade de o fogo ter iniciado na cozinha, pois os cômodos que já estavam em chamas eram os quartos e a cozinha ainda estava em início de incêndio. Infelizmente, assim que a guarnição chegou a casa já estava tomada, então não deu para salvar muita coisa. A parte boa é que não teve vítimas, então temos que pensar pelo lado positivo também” explica.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, a estrutura da casa ficou comprometida e os danos foram de quase 100%. A maioria dos pertences que havia nos cômodos foram perdidos. 

Dono da casa, o avicultor Mauro Aparecido da Silva, 51, foi até o local e afirmou à reportagem que dará todo o suporte à sua inquilina. Ele não soube afirmar o que poderia ter acontecido, mas disse que se trata de uma casa com estrutura antiga.

“É difícil falar, pois a casa é antiga. Morei pouco tempo nela, mas não aconteceu nada. Isso pode acontecer com qualquer casa. Não esperávamos que isso acontecesse. O que ela precisar, estarei à disposição. Vou ajudar no que puder. Não deixaremos ela sem respaldo. Vamos ver o que podemos fazer por ela, pois tudo foi perdido. O mais importante é a vida da pessoa, né? Ela dá a vida pelos filhos. Bens materiais nós conquistamos de novo. Minha preocupação maior foi com ela e o filho” disse o dono da casa.

Com tudo consumido pelo fogo, agora a família de Talita Medina precisa de ajuda para se reerguer. A população pode colaborar doando roupas, utensílios domésticos e móveis. O telefone para contato é: (44) 9.9999-4370, fala com Vilma.  

Foto: Martins Neto / Tribuna de Cianorte