Trânsito

Paraná vai investir na sinalização de trânsito de mais 91 municípios

 

O governador Beto Richa assinou nesta semana autorização para que o Departamento de Trânsito do Paraná firme convênio de sinalização viária com 91 municípios paranaenses. Os investimentos somam R$ 13,2 milhões e preveem a instalação de faixas de pedestres, demarcações nas vias e placas de trânsito.

As cidades pré-selecionadas são de pequeno e médio porte e não tem o trânsito municipalizado, ou seja, não contam com um órgão ou secretaria específicos para esta área. Na região de Cianorte, os municípios de Japurá, Jussara e São Tomé participam do convênio.

“Nossa prioridade são as cidades que ainda não contam com uma estrutura de sinalização suficiente, que permita organizar o fluxo de pedestres, ciclistas e veículos em condições de segurança”, explica o diretor geral do Detran, Marcos Traad.

 “Considerando que os municípios estão em constante crescimento, o Detran do Paraná entende que projetos de sinalização viária devem ser flexíveis e dinâmicos, de forma que permitam atualizações, adequações e complementações que acompanhem a expansão do perímetro urbano, a criação de novos bairros e a alteração no fluxo das vias, por exemplo”, completa ele.

Para auxiliar os prefeitos e suas equipes neste sentido, o Detran propõe um convênio em que fornece o desenvolvimento de projetos e suporte técnico para a implantação, além de consultoria aos gestores indicados pelos municípios. O objetivo é desenvolver um padrão de sinalização viária urbana para todas as cidades paranaenses que ainda não estão inseridas no Sistema Nacional de Trânsito (SNT).

 

ETAPAS

Este é o terceiro lote de municípios atendidos pelo Governo do Paraná com projetos e obras de sinalização. Neste ano, 53 cidades já tiveram os projetos contratados e aguardam o início da execução das obras. Outros 12 municípios estão em fase de contratação de projetos. São mais de R$ 9,9 milhões investidos. Os recursos são do Fundo de Reequipamento de Trânsito (Funrestran), originados da arrecadação de multas por infrações. As três etapas de sinalização atenderão 159 cidades, com investimento de R$ 23,1 milhões.

Os valores são aplicados de acordo com a população de cada município conveniado. Aqueles com até 15 mil habitantes participam do convênio de até R$ 120 mil. Cidades com população entre 15 e 30 mil habitantes terão R$ 200 mil e municípios com mais de 30 mil habitantes, R$ 250 mil.