Educação

Pais buscam variedade e bons preços na hora de comprar o material escolar

Com a volta às aulas procura cresce; produtos com desenhos e jogos atraem os estudantes
Variedade e qualidade são os principais requisitos para atrair clientes na hora de comprar os materiais escolares (Foto: Renata)

O ano letivo começa na próxima semana, por isso, pais e filhos buscam variedade, bons preços e peças específicas para agradar crianças e adolescentes. As livrarias da cidade apostam em uma grande variedade para atrair clientes e satisfazer o gosto do público.

Em Cianorte, os colégios e escolas da rede pública têm o início das aulas marcado para a semana que vem. O movimento das livrarias é alto e tende aumentar no fim de semana.

Proprietária da loja Alfa Livraria, Josenilde Apolonio, afirma que o cliente está exigente, então é preciso ter muita variedade. “Estamos atendendo uma variedade enorme de materiais, esse ano as crianças estão surpreendentes”, afirmou Josenilde.

“Tem a materiais relacionados a séries famosas. As crianças menores estão procurando coisas diferentes, não estão querendo tanto os personagens. Então é preciso ter variedade. Tem que ter bastante produto”, explicou a lojista.

Para estar por dentro do gosto das crianças e adolescentes, Josenilde conta que faz pesquisas, mas que as empresas que fornecem os produtos para a loja realizam pesquisas de mercado. “A gente tem um produto que tem público, por isso, tem opção pra todos os gostos e produtos pra todas as faixas etárias”.

Em comparação com o ano anterior, a Alfa Livraria apresentou um aumento no número de vendas. De acordo com Josenilde, os pais se anteciparam e trouxeram grande movimento para loja.

Durante as compras é possível encontrar preços para todos os bolsos, como conta Josenilde. “Mochilas a partir de R$19,90 até 400, cadernos pequenos de R$1,50, e com várias matérias a partir de R$8,90. Dependendo da lista o pai consegue uma variedade boa de produtos e preços”.

O proprietário das lojas Tinelli, Nelson Casotti, conta que o que mais leva o publico até sua loja é a variedade e qualidade dos produtos. “A gente tem como fornecedores cinco fábricas de cadernos e mochilas, tem muita variedade e os pais, então, vêm atrás desse um conforto, de poder escolher e não ficar limitado a um caderno”, afirmou.

Segundo o proprietário com tantas opções é preciso ainda levar em conta escolha dos filhos. “Às vezes um caderno de R$ 4,90 não é o mais adequado para o seu filho, às vezes uma diferença de R$ 3 pode dar a ele a oportunidade de escolher um caderno que faça com que ele se sinta feliz de ir para a escola”, reforçou.

“A gente tem os personagens da loja, desenhos, tudo para atrair as crianças para que eles tenham uma motivação a mais para ir para a escola”, explicou Casotti. Os cadernos do Harry Potter, colegiais de matérias, jogos, mochilas com glitter, cadernos de unicórnios ou neons, são os modelos que mais atraem as crianças.

O proprietário, que trabalha com materiais escolares há mais de 30 anos, afirma que sempre vai até as escolas para ficar atualizado. “Eu, minha esposa, alguns funcionários sempre vamos a escolas e feiras para manter o material atualizado e fornecer qualidade aos clientes”, ressaltou.

De acordo com Casotti, a percepção é que o aumento de venda em 2020 teve um crescimento significativo se comparado com o ano passado. “A economia está evoluindo para melhor, e já vejo isso com algumas famílias, elas estão mais dispostas a gastar, a comprar o material e abrindo um pouquinho mais o bolso”, explicou.

“Com as aulas começando mais cedo esse ano, vem todo mundo. O movimento vai ser neste fim de semana. Acho que na semana que vem o movimento pode reduzir o que não aconteceu no ano passado, mas esperamos que isso se mantenha. Acredito que esse ano as pessoas estão com mais vontade”, finalizou.