Segurança

Operação une forças para ampliar segurança na fronteira

Operação Esforço Integrado acontece em 11 estados brasileiros.
(Foto: Jonas Oliveira/Governadoria)

O Governo do Estado e o Governo Federal se uniram para combater os crimes na região da fronteira entre Paraná, Paraguai e Argentina. Nesta quarta-feira (20), a governadora Cida Borghetti participou do lançamento oficial no Paraná a Operação Esforço Integrado, coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública. 

O lançamento oficial foi na praça de pedágio da BR-277, no município de São Miguel do Iguaçu (Oeste). Com a operação, há reforço nas ações de abordagem, prisão de foragidos, recuperação de veículos roubados, apreensões de mercadorias ilegais, drogas e armas.

Além do Paraná, a operação acontece em outros 10 estados brasileiros. Só nos municípios paranaenses, que somam 208 quilômetros de fronteira com os países vizinhos, abarcando uma população de 5,5 milhões de habitantes, há 200 pontos de atuação das forças policiais, com cerca de 2 mil servidores.

“É um trabalho em conjunto entre as forças do segurança pública do Brasil, do Paraná e da cidade de Foz que tem o intuito de inibir os crimes em toda a tríplice fronteira, a exemplo da entrada e saída de drogas ilícitas, armas e produtos ilegais”, disse a governadora.

Participam da Operação Esforço Integrado o Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, a Marinha, Polícia Federal, Força Nacional, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil do Paraná, Departamento de Inteligência do Paraná, Guardas Municipais, Agência Brasileira de Inteligência e Receita Federal.

Cida lembrou que os investimentos em segurança pública são constantes na região. No mês passado, por exemplo, ela entregou o novo helicóptero para integrar o Grupamento de Operações Aéreas (GOA) da Polícia Civil do Paraná. “Uma aeronave, baseada aqui em Foz, que está fazendo todo o monitoramento da tríplice fronteira, com rapidez e agilidade no atendimento a eventuais crimes”, reforçou.

Esforço

Essa nova operação se soma a outras já em andamento na região de fronteira do Paraná, lembrou o secretário de Estado de Segurança Pública, Júlio Reis. “A iniciativa vem colaborar com o que tem sido feito aqui, como a Operação Muralha, que aumenta a presença das forças de segurança e reforça ações como abordagens, bloqueios e apreensões”, disse ele.

A Operação Muralha, lançada em abril deste ano, é uma iniciativa do Governo do Estado e outras entidades de segurança pública que também tem o objetivo de inibir crimes na região. Mas, diferente da Operação de Esforço Integrado, sua área de atuação é apenas a cidade de Foz do Iguaçu. Desde seu início, de acordo com o delegado-chefe da Alfândega da Receita Federal, Rafael Rodrigues Dolzan, muitas mercadorias ilegais foram apreendidas.

“Isso deve aumentar com essa nova iniciativa do governo estadual. Nenhuma instituição faz o combate individualmente. Cada uma tem um papel e se complementa, criando mais força para combater os crimes”, afirmou ele.

Na terça-feira (19), por exemplo, nas proximidades da praça de pedágio onde a operação foi lançado, foram apreendidos 40 volumes de produtos contrabandeados do Paraguai que estavam em ônibus e veículos abordados na rodovia. Os responsáveis pelos produtos contrabandeados foram encaminhados para os devidos procedimentos. Os produtos foram retidos e encaminhados para a Receita Federal.

Presenças

A comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha, e o secretário de Estado de Comunicação Social, Alexandre Teixeira, também participaram do lançamento.