Educação

Núcleo estuda alternativas para Enem não ser suspenso em Cianorte

Frente ao cenário de ocupações nos colégios estaduais da cidade e também no campus da UEM, o Núcleo Regional de Educação de Cianorte estuda alternativas para que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não corram o risco de serem suspensas por aqui, caso os estudantes permaneçam nos prédios das instituições públicas até a data da prova, prevista para dia 5 de novembro.

A coordenação do Enem, em Cianorte, já havia levantado esta questão logo no início das ocupações na cidade, entretanto, este é um assunto que não diz a respeito apenas aos candidatos locais, mas sim de todo Paraná. O motivo da preocupação se deve ao fato de que o Colégio Estadual Cianorte e a UEM, até então, estão escalados para aplicação da prova no mês que vem.

Sobretudo, as ocupações seguem por um período indefinido. Em resposta à questão, o setor do Núcleo responsável por esta organização de espaços à coordenação do Enem, no município, garantiu que estuda transferir as provas do Colégio Estadual Cianorte e da UEM, para o Centro de Estadual de Educação Profissional (CEEP), localizado na Rua Dom Pedro II, ao lado do campus da UEM.

Outra solução, conforme o Núcleo, seria abrir diálogo com as escolas particulares, no intuito de conseguir realizar as provas fora das dependências das instituições públicas. Em Cianorte, o Enem será, até então, aplicado nos colégios Estadual Cianorte e Drummond (educação privada) e nos campi da UEM e Unipar (privada).

A informação ainda é extraoficial, portanto, a transferência não é garantida, uma vez que, segundo o Núcleo, tudo depende da continuação ou não das ocupações. A situação em Cianorte se repete em praticamente todo o Paraná. A própria Secretaria Estadual de Educação (Seed) se diz preocupada com a aplicação do Enem no estado.