Cotidiano

No ID Fashion PR, seda de Cianorte se torna destaque de sustentabilidade

Região noroeste produz hoje a melhor seda do mundo, segundo pesquisas do mercado internacional

Nilton Russo / ID Fashion
João Berdu, centro, fala sobre importância do noroeste na produção de moda mundial

O ID Fashion Paraná 2016 apresentou nesta quinta-feira (24) a centenas de estilistas e profissionais da moda do Brasil a importância da região noroeste do Paraná ao mundo na produção de seda. A macrorregião atualmente é responsável por produzir mais de 90% de toda seda comercializada no País. Recentemente uma pesquisa internacional apontou a seda paranaense como a de melhor qualidade mundial.

No ano passado, a região gerou mais de R$ 7,9 bilhões em seda, e colocou o Paraná no posto de quarto maior produtor do tecido no País. A relevância da região para o novo conceito de moda sustentável, a seda, tem ganhado cada vez mais espaço no mercado global. A ideia foi expostas durante o ID Talk, um bate papo interativo com profissionais da moda nacional e convidados, pelo fundador do Instituto Vale da Seda, João Berdu.

No discurso, Berdu destacou que o Vale Seda corresponde a toda a região de Noroeste, desde Umuarama, Cianorte a Maringá e leva este nome por concentrar a maioria das propriedades de cultivo da matéria. “Uma região até então conhecida como agrícola tem mostrado o que é moda sustentável  a todo mundo”, afirmou. Segundo o presidente do Vale Seda, em decorrência da produção totalmente livre de agrotóxicos, e que não exige desmatamento, são as características que tornar a seda o tecido do futuro.

“Hoje o mercado vive em torno da sustentabilidade e a seda tem a oferecer tudo isto. O melhor é que o Paraná, a região Noroeste, em específico, tem muita seda a oferecer ao mundo”, garantiu. Além de Berdu, o especialista em pesquisa e análise de tendência de mercado e criador do Observatório de Sinais, Dario Caldas reforçou a ideia de que, hoje, a empresa que não adotar a sustentabilidade, não terá como sobreviver no cenário da moda conceitual.

“A atual realidade do mercado brasileiro, e até mesmo mundial, mostra que quem não se reinventar não se manterá no mercado. Isto porque, hoje, o consumidor está exigente. Ele [consumidor] quer ter a consciência de que vai adquirir uma marca preocupada com o meio ambiente”, comentou.

O ID Fashion Paraná 2016 acontece no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba,  e reúne 16 marcas de moda conceito paranaense. Quatro destas são do Noroeste, e uma de Cianorte, a Andressa Castro. A reportagem da Tribuna acompanha o evento e trará uma série de reportagens especiais sobre a moda paranaense e regional. Acompanhe. O evento é uma iniciativa da Fiep (Federação das Indústrias do Paraná), Sebrae e Senai/PR.

Nilton Russo / ID Fashion
Dario Caldas do Observatório dos Sinais; João Berdu, presidente do Instituto Vale da Seda; Eduardo Dugois, relações públicas da Ellus e a jornalista Carol Garcia; grupo debate os desafios atuais e futuros da moda