Cidades

Menina de sete anos atingida por trave permanece na UTI em estado grave

Criança segue internada com coágulo no cérebro; médicos devem fazer exames nesta sexta
["M\u00e9dicos devem fazer uma nova tomografia em Milena na sexta-feira (19) para saber se ela vai precisar de cirurgia."] (Foto: Hospital Metropolitano de Sarandi )

A aluna Milena Carnicele Gasparoto, 7, que sofreu um acidente na manhã de quarta-feira (17) na Escola Municipal Castro Alves, em Cianorte, continua internada e em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do Hospital Metropolitano de Sarandi.

De acordo com informações da tia da vítima, Marcia Gasparoto, a menina está com um coágulo no cérebro. “O estado da Milena continua grave e em observação. Nesta sexta-feira, 19, os médicos vão fazer uma nova tomografia para ver a situação do coágulo. Talvez ela precise de intervenção cirúrgica, mas saberemos somente amanhã (sexta)”, afirma a tia.

Ainda segundo a tia, ela sofreu duas pancadas, uma na parte frontal da cabeça, quando a trave bateu, e outra na nuca quando ela caiu no chão. “Estamos rezando para que ela melhore. Pedimos energias positivas de todos também”, diz Márcia.

Os parentes da vítima teriam mais informações no segundo horário de visita do dia, às 20h. A mãe, Fátima Carnicele, 34, e o pai, Juliano José Gasparoto, 38, acompanham a menina no hospital.

ENTENDA O CASO

O acidente que vitimou Milena ocorreu durante da aula de educação física na quadra da escola, quando uma das alunas subiu na trave do gol, que estava solta, e caiu na cabeça de Milena que está no 2° ano do Ensino Fundamental.

A menina foi socorrida pela equipe da escola e levada pelo Samu ao Hospital Santa Casa de Cianorte, porém devido à gravidade do caso, a menina foi transferida pelo helicóptero do Samu para o Hospital Metropolitano de Sarandi, que tem Unidade de Terapia Intensiva especializada em pediatria.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, quando os socorristas chegaram a menina estava no chão e havia muito sangue. A garota estava agitada, o que segundo os bombeiros é uma das características de traumatismo craniano encefálico.