Violência

Mãe questiona segurança de crianças durante treino

Diante dos constantes casos de violência cometidos em Cianorte, um deles chamou a atenção de uma mãe. Rosângela Conrado sente-se aliviada por seu filho não ter sido a vítima, porém demonstra receio em virtude do que a criança lhe relatou na última semana. O garoto faz parte de uma equipe de futebol, que treina nos fundos do Tancredão,  contou que três amigos seus foram assaltados por marginais que levaram suas bicicletas.

“As crianças estavam aguardando para treinar no campo atrás do Trancredão quando os que já estavam lá dentro foram abordados por três adolescentes que deram voz de assalto e levaram três bicicletas Caloi 10”, contou Rosângela. O fato ocorreu no último dia 25.  

Segundo ela, seu filho por pouco não foi vítima também, pois quando chegou no treino deparou-se com os adolescentes fugindo com as bicicletas.

“Para treinar lá há uma mensalidade de R$ 53,00, não é muito mas não é de graça. Gostaria de saber quem são os responsáveis pela segurança dessas crianças neste caso. Colocamos as crianças para fazer uma atividade, para não ficarem o dia todo no computador ou perdidos nos programas nada educativos da TV,  mas assim fica difícil”, lamentou a mãe.