Polícia

Mãe e bebê são assassinados dentro de casa em Cascavel

A criança de cerca de 10 meses e a mulher foram encontradas com sinais de enforcamento e esganadura; o namorado da jovem foi preso
(Foto: LEANDRO SOUZA/RICTV)

Os corpos de uma mãe e de seu bebê assassinados dentro de casa em Cascavel, no oeste do Paraná, foram encontrados na tarde desta quarta-feira (11). As vítimas viviam em uma residência nos fundos de um restaurante, na Avenida Carlos Gomes, e apresentavam sinais de enforcamento e esganadura. 

AS VÍTIMAS VIVIAM EM UMA RESIDÊNCIA NOS FUNDOS DE UM RESTAURANTE. (FOTO: LEANDRO SOUZA/RICTV)

Os corpos de uma mãe e de seu bebê assassinados dentro de casa em Cascavel, no oeste do Paraná, foram encontrados na tarde desta quarta-feira (11). As vítimas viviam em uma residência nos fundos de um restaurante, na Avenida Carlos Gomes, e apresentavam sinais de enforcamento e esganadura. 

Mãe e bebê assassinados dentro de casa foram encontrados por amiga

De acordo com o pai de Silvia França, que é um policial militar aposentado, a filha e a neta moravam há poucos dias na quitinete e a jovem não havia informado o endereço aos familiares. Preocupado, ele entrou em contato com uma amiga da filha, pediu que ela fosse visitá-la e desse notícias da ambas.

Por isso, na tarde desta quarta, a garota foi até a casa da amiga, mas acabou atendida pelo namorado na vítima, que também vivia na residência. Ele declarou que mãe e a bebê estavam dormindo e a jovem foi embora. O pai estranhou a situação e solicitou que ela voltasse ao local e insistisse para ver as duas. Foi nessa segunda visita, que o namorado de Silvia se mostrou nervoso, informou que precisava sair e deixou a jovem sozinha. Logo, ela entrou e se deparou com as vítimas mortas. 

Vítimas estavam mortas há mais de 24 horas

Eduardo Noviski, tenente do Corpo de Bombeiros, explicou que pela rigidez cadavérica, a mãe e o bebê, de cerca de 10 meses, estão mortos há pelo menos 24 horas. 

O corpo da mulher foi encontrado dentro do banheiro e o bebê estava morto no berço.

Suspeito de assassinar mãe e filha

O namorado de Silvia – e principal suspeito de ter cometido o crime – foi preso pouco tempo depois da descoberta dos corpos. Ele foi localizado na casa de sua mãe, no bairro Brasília. 

O rapaz, de 25 anos, é tatuador e já possui passagens pela polícia por posse de drogas e por infringir a Lei Maria da Penha. A Polícia Militar teria, inclusive, atendido uma ocorrência alguns dias atrás porque ele estava agredindo Silvia.