Polícia

Mãe, avó e bisavô são indiciados por morte de bebê em Porecatu

Eles vão responder por homicídio qualificado por meio cruel e sem possibilidade de defesa da criança
(Foto: REPRODUÇÃO )

Suspeitos de envolvimento na morte do bebê Wyllan Rodrigues, de apenas um ano e sete meses, a mãe, a avó e o bisavô foram indiciados nessa sexta-feira (24). Uma semana após a morte, os três terão que responder criminalmente pela ação. A criança foi encontrada morta dentro da casa da avó no último dia 17.

A avó, que está presa, e o bisavô, vão responder pelos crimes de homicídio qualificado, por meio cruel e sem possibilidade de defesa da criança. Já a mãe, por ato infracional comparado a homicídio qualificado.

De acordo com relato da avó, Michele Penteado Rodrigues, de 39 anos, o bebê estava dormindo em sua casa quando ela percebeu que ele não estava mais respirando. Na madrugada do dia seguinte, Michele foi presa preventivamente.

Segundo a Polícia Civil, a avó não prestou os devidos cuidados com a criança, em relação a comida e remédios. O bisavô foi indiciado pois foi comprovado que ele frequentava o local onde a criança morava e não tomou nenhuma providência para mudar a situação.

A adolescente de 17 anos, mãe do bebê, mora em outra cidade, porém também terá que responder pelo crime.

(Ric Mais)