Cidades

Lojas oferecem descontos de até 70%

Comerciantes apostam em promoções para aquecer vendas no mês de janeiro.

IPVA, IPTU, material escolar, matrículas, Imposto de Renda, seguros. Janeiro é conhecido como o mês dos pagamentos e dívidas. Por isso, o comércio de Cianorte aposta em descontos de até 70% e promoções especiais para atrair os clientes, principalmente aqueles que se afastaram das comprar nesse início de ano. 

Para Juliana Oliveira, gerente de loja de roupas e calçados, o comércio de toda a cidade está investindo em promoções e atrativos para os consumidores. “Lojas de eletrodomésticos, construção, todos fazem promoções durante o começo do ano. É o perfil do nosso comércio trabalhar uma liquidação no mês de janeiro”, ressalta Juliana.

“Se o comércio não souber criar um estímulo de venda para janeiro, as lojas no geral vão sentir”, afirma gerente de loja. 

Juliana ainda afirma que o começo de ano geralmente é mais difícil para o comerciante, pois muitos consumidores viajam e acabam deixando seus recursos fora da região. “O pessoal viaja muito, gasta dinheiro durante viagens e passeios, e muitas vezes a gente perde recursos dos consumidores, pois eles viajam e gastam fora de cidade”, explica. 

A solução segundo a gerente é investir não apenas nas liquidações, mas ter um contato ativo com os clientes. De acordo com Juliana, janeiro é o mês de fomentar o comércio, fazer parcerias, desenvolver um bom planejamento de vendas e despertar o lado consumista das pessoas. “A gente sempre tem um planejamento muito bem feito, desde janeiro de 2020 até 2021. Então o primeiro mês é sempre muito bom, tem atrativo ao público”, reforça.

Segundo Tamires Coelho, caixa e ajudante de vendas, a ideia da loja de roupas onde ela trabalha é dar continuidade às vendas do mês de dezembro. “Nós queremos aproveitar que o pessoal ainda está de férias e está aproveitando esse tempo, queremos trazer esse público pra nossa loja e mostrar as promoções”, relata Tamires.

Apesar do grande cartaz promocional logo na entrada da loja, a gerente explicou que o movimento está mais baixo se comparado com o mesmo período do ano anterior. “A gente tem percebido uma falta de gente na rua, ano passado a gente via uma movimentação maior de pessoas, por isso a gente colocou o cartaz, para chamar mais atenção”, afirma.