Saúde

Liberação de vacina provoca corrida aos postos e doses acabam em pouco mais de seis horas

Em Cianorte, cerca de 650 doses restantes acabaram no meio do dia; ainda restam segundas doses para crianças
["\u00daltima dose dispon\u00edvel na UBS Extens\u00e3o, por volta das 14h30"] (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA )

Com o encerramento da campanha de vacinação contra a gripe, na sexta-feira (22), as doses remanescentes foram ofertadas para o público em geral a partir de ontem (25). Em todo o estado, havia cerca de 370 mil doses disponíveis. Em Cianorte, a liberação causou uma corrida às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e as doses restantes acabaram por volta das 14 horas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram disponibilizadas cerca de 50 vacinas em cada uma das 13 UBSs.

Na UBS Extensão, onde fica a Sala da Vacina, cerca de 200 pessoas foram vacinadas durante o dia. A maior procura foi de adultos. A partir de agora, os postos estão oferecendo apenas as segundas doses da vacina. As crianças de seis meses a cinco anos de idade incompletos que tomaram a primeira dose precisam voltar ao local de aplicação para a imunização completa.

Durante a campanha, iniciada em 23 de abril, 2,7 milhões de doses foram aplicadas no Paraná entre as populações-alvo determinadas pelo Ministério da Saúde. Com isso, o Estado garantiu um índice de cobertura vacinal de 89,6%, acima da média nacional, de 83%. Em Cianorte, a cobertura ultrapassou a meta de 90%, preconizada pelo Ministério, e mais de 16 mil pessoas foram imunizadas.

Para evitar o desperdício das doses que não foram aplicadas durante a campanha oficial, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) orientou os municípios a abrirem a vacinação para o público em geral. A aplicação da vacina da gripe nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios continua até que os estoques sejam zerados.

BALANÇO

O último boletim da gripe divulgado pela Sesa aponta que desde o início do ano foram registrados 211 casos de influenza e 27 mortes. O maior número foi registrado na Região Metropolitana de Curitiba, com 91 casos, sendo 68 apenas em Curitiba. Das 22 Regionais de Saúde do Estado, 18 já confirmaram casos de influenza. Na 13ª Regional de Saúde de Cianorte, há um caso confirmado de Influenza A(H3) em Rondon.

FIQUE ATENTO À GRIPE

A gripe é mais frequente no outono e no inverno, quando as temperaturas são mais baixas. O contágio se dá por meio das secreções de pessoas contaminadas, ao falar, tossir ou espirrar, ou pelas mãos, quando tocam superfícies recém-contaminadas e levam o agente infeccioso à boca ou ao nariz.

Entre os cuidados que devem ser adotados para se prevenir dos vírus estão: lavar as mãos com água e sabão com frequência; manter os ambientes ventilados; higienizar periodicamente superfícies que entram em contato com as mãos, como mesas, teclados e maçanetas, com álcool em gel; evitar compartilhar talheres, copos e alimentos; usar lenços descartáveis na hora de tossir ou espirrar e evitar aglomeração de pessoas.

Para quem apresenta febre alta a partir de 38°C, dor de garganta e tosse, a recomendação é procurar atendimento médico e evitar a automedicação. (Com informações Agência Estadual e G1 Paraná)