Esportes

João Burse elogia estrutura e se diz satisfeito com o início da preparação

Técnico do Cianorte afirma que clube pode buscar reforços pontuais conforme a necessidade
(Foto: Diego Menegon / Cianorte FC )

A pré-temporada do Cianorte com foco no Campeonato Paranaense 2020 só começou, mas o técnico João Burse já se mostra satisfeito com o que tem visto no clube dentro e fora de campo. Em entrevista exclusiva à TRIBUNA DE CIANORTE, o treinador não poupou elogios à estrutura do clube e avaliou o condicionamento físico dos atletas no início da preparação.

“É fantástica a estrutura que o Cianorte nos disponibiliza. Os campos, o suporte, tudo o que um atleta e uma comissão precisa para boas condições de trabalho o Cianorte está disponibilizando. Estamos muito contentes com tudo o que temos aqui. Isso faz com que o trabalho fique num nível bem alto de competitividade para buscar todos os objetivos que o clube almeja”, ressaltou Burse.

Alguns atletas que já possuíam contrato com o clube e outros que simplesmente permaneciam na cidade e já estavam com permanência apalavrada, casos de Fernandinho e Montoya, deram início à preparação no dia 25 de novembro. Já os demais reforços se juntaram à      eles no dia 2 deste mês, quando teve início a pré-temporada de forma oficial. O objetivo é fazer com que os atletas atinjam o auge físico durante os trabalhos, mas a condição, de início, já é considerada boa pelo comandante, que já introduz atividades com bola.

“Estou bem satisfeito com o que tenho visto nos primeiros trabalhos em relação à condição física dos atletas. Um grupo já vinha trabalhando anteriormente com a gente e, o restante do elenco que se apresentou, também está bem. Lógico, longe do ideal, mas em boas condições. Agora é fazer com que todos estejam no mesmo nível de condicionamento. Desde o primeiro dia já estamos colocando bola, para que possamos o mais rápido possível acelerar e consiga colocar tudo o que acreditamos em temos de conceitos”, explica o treinador.

As atividades se iniciaram no dia 2 com 25 dos 26 atletas que constavam na lista divulgada pelo clube. A ausência foi do atacante Pelézinho, que atuou pelo Brasil de Pelotas no Brasileirão Série B e ganhou uns dias a mais de folga. Além disso, diretoria já informou que deve contratar mais três reforços nos próximos dias, sendo um atacante “de lado”, um lateral-esquerdo e um zagueiro. Para João Burse, a montagem do grupo corresponde ao que foi planejado anteriormente, mas posições carentes devem sim ser reforçadas.

Créditos: Diego Menegon / Cianorte FC

 

“Tudo está caminhando dentro do planejado, já vínhamos trabalhando nisso desde o mês anterior da apresentação. Agora é dar continuidade no trabalho. O dia a dia vai nos mostrar muitas coisas em relação a todas as posições, o ‘feedback’ que eles vão estar me passando dia a dia. Buscaremos situações pontuais e que enxergaremos como carência, que pode nos fortalecer em determinada posição. Lógico, têm os atletas já monitorados na posições que ainda achamos que têm carências, mas só o dia a dia vai me mostrar o que buscaremos no mercado para fortalecer ainda mais”, disse.

AMISTOSOS

O treinador avalia que quatro amistosos são suficientes até a estreia no estadual. Dois deles já foram divulgados pela direção, ambos diante do PSTC: dia 16, às 16 horas, no Centro de Treinamentos do Leão; e dia 22, com horário a ser definido, em Londrina. Os outros dois duelos preparatórios serão divulgados em breve.

“Uma necessidade que eu acho que temos que ter é uma semana cheia de trabalho. Reduzi o número de amistosos para quatro, para que a gente possa ter as semanas cheias para treinar, evoluir e colocar todos os conceitos nos quais achamos necessários”, afirma Burse.

A estreia do Leão do Vale no Campeonato Paranaense 2020 está marcada para o dia 19 de janeiro, um domingo, contra o Toledo EC, às 16 horas, na casa do adversário.