Educação

Inscrições para o Enem 2018 estão abertas

As provas serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro
Em 2017, 3 mil candidatos prestaram as provas do Enem em Cianorte (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

As inscrições para a 20ª edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começaram ontem (7) e vão até dia 18, pelo site do Inep. O prazo para o pagamento da taxa de inscrição vai até 23 de maio. O valor será o mesmo do ano passado: R$ 82. Após um prejuízo de R$ 962 milhões nas últimas cinco edições, por causa da ausência de participantes, o exame terá um novo formato este ano, com o período de inscrições posterior às solicitações de isenção e justificativas de ausência.

O Ministério da Educação (MEC) acredita que a mudança dará mais oportunidades a quem realmente tem direito à gratuidade, uma vez que permite a criação de um período para interposição de recursos. Além disso, vai coibir a reincidência dos ausentes.

A expectativa do MEC é de que 7,5 milhões de pessoas se inscrevam para o Enem deste ano. Ontem (7), na primeira hora de inscrições abertas, mais de 150 mil pessoas se registraram para fazer o exame. O número superou a marca de 200 mil na meia hora seguinte.

ISENÇÕES

Este também é o Enem com a maior oportunidade de isenção, com quatro perfis de beneficiados. Pela primeira vez, quem obteve nota mínima para certificação do ensino médio nas áreas para as quais se inscreveu no Encceja 2017 terá direito ao benefício. Também podem serão isentos os estudantes da última série do ensino médio, em 2018, em escolas da rede pública; aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e têm renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio; os candidatos em situação de vulnerabilidade socioeconômica por serem membros de família de baixa renda que possua Número de Identificação Social (NIS), único e válido e tenha renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 88% dos mais de 3,8 milhões de candidatos que solicitaram isenção entre 2 e 15 de abril tiveram os pedidos aprovados.

AUSÊNCIA

A justificativa de ausência também é uma novidade desta edição e dá a oportunidade para quem tem direito à gratuidade e faltou por motivo justo em 2017. Das 200 mil pessoas que tentaram justificar a falta, apenas 8.486 apresentaram algum comprovante, sendo 4.345 aprovados. E 54.124 pessoas entraram com recurso para tentar justificar a ausência. Ao final, 1.357 recursos relacionados à ausência foram aprovados.

A justificativa de ausência era necessária para aqueles que tiveram a isenção no ano passado, não compareceram aos dois dias de prova e pleiteavam nova isenção. As situações que permitiam recurso eram: acidentes de trânsito, assalto/furto, casamento, morte na família, acompanhamento de cônjuge, problema de saúde, maternidade, paternidade, trabalho.

COMO SE INSCREVER

Todos os interessados em fazer o Exame devem se inscrever - mesmo quem já conseguiu a isenção - no site www.enem.inep.gov.br/participante. O Inep disponibiliza tutoriais da inscrição completa e da inscrição simplificada (para quem já teve a isenção aprovada) em português e em libras.