Cotidiano

Frota em Cianorte cresce 106% em dez anos

Emplacamento de veículos cresceu estimulado pela liberação de crédito e desconto de impostos; falta de vagas atrapalha comércio da cidade
{"Mais de 57 mil ve\u00edculos rodam pelas ruas da cidade. Em contrapartida h\u00e1 apenas 4 mil vagas na \u00e1rea mais disputada":" a regi\u00e3o central "} (Foto: Heloiza Vieira / Tribuna de Cianorte)

Falta de estacionamentos em Cianorte se tornou reclamação recorrente entre os motoristas. O déficit de vagas pode ter uma explicação: em dez anos a frota da cidade mais do que dobrou: passou de 29.680 mil veículos em 2007 para 57.491 em 2017. Os dados do Departamento Nacional do Trânsito (Denatran), referente ao mês de abril, apontam um aumento de 106%.

A quantidade de motocicletas foi a que mais aumentou, passando de 7.135 para 11.538. Os automóveis vêm em seguida, com um salto de 14.795 para 27.853 mil, e as motonetas em terceiro, de 2.643 para 6.760 mil.

Entre 2008 e 2009, a cidade registrou um aumento de 10% no número de emplacamentos e em 2012 um novo aquecimento, de 7%, impulsionado pelo desconto do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que estimulou a compra de veículos novos.

Na contramão, o número de vagas no centro da cidade permaneceu o mesmo: apenas quatro mil. De acordo com a Prefeitura Municipal, as vagas se concentram no que é chamado de Centro Crítico - locais aonde se concentram a maior procura por estacionamento.

RECLAMAÇÕES

A falta de vagas, especialmente no horário do funcionamento do comércio, espanta os consumidores. Antônio de Oliveira, 45, se queixa da dificuldade em encontrar um local para deixar o carro, especialmente aos sábados. "Várias vezes fui ao centro para comprar. Por não encontrar um lugar para deixar o carro voltei para casa sem comprar nada. Prejudica o consumidor, prejudica o comércio. Cianorte precisa de uma solução urgente para isso", reclama.

ESTACIONAMENTO ROTATIVO

Desde 2001 está em discussão na cidade a instalação de um estacionamento rotativo pago, à exemplo do que ocorre em outras cidades, como a Zona Azul em Umuarama e o Estar em Maringá. Em 2011, o futuro estacionamento de Cianorte chegou a ganhar nome: Zona Verde, uma homenagem ao Cinturão Verde. A área teria 16 mil metros quadrados de pintura, com 650 placas de regularização. Para a instalação, R$ 440 mil seriam necessários em recursos do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal. Um concurso público também foi realizado para contratar os futuros funcionários da Zona Verde.

A instalação efetiva do estacionamento travou nas exigências do Denatram para esse tipo de atividade. De acordo com a Prefeitura, para que um estacionamento pago funcione em Cianorte, é necessário municipalizar o trânsito. "A implantação de um sistema de estacionamento rotativo para a área central de Cianorte está em andamento, juntamente com o processo de municipalização do trânsito, pelo qual a Prefeitura passa a integrar o Sistema Nacional de Trânsito (SNT) e assume a responsabilidade sobre a sua organização. Para isso, a administração municipal já providenciou a adequação da legislação; realizou melhorias estruturais em ruas, avenidas, canteiros e outros; bem como efetuou concurso para a contratação de agentes de trânsito", informou a Prefeitura por meio de uma nota.

A administração municipal esclareceu ainda que antes de optar por um dos planos de municipalização do trânsito oferecidos pelo Denatram, é preciso estudar qual é mais viável para a cidade. "A Prefeitura está finalizando o cumprimento de exigências para solicitar vistoria do Detran e a consequente homologação pelo Contran para, assim, abrir processo licitatório para a contratação de empresa especializada em Sistema Rotativo Regulamentado que fornecerá, entre outros, o gerenciamento informatizado e o treinamento dos agentes municipais", informou.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento, Nelson Magron Júnior. “a municipalização do trânsito é um processo legal, administrativo e técnico, que exige investimentos significativos. É bastante moroso, no entanto temos conseguido avançar com propriedade e já passamos a parte mais burocrática. Com isso, esperamos implantar, de fato, o estacionamento rotativo o mais breve possível”, afirma

CENTRO CRÍTICO

Regiões onde mais há procura por vagas em Cianorte

Avenida Goiás, entre Travessa Itororó e Avenida América

Avenida Souza naves, entre Igreja Matriz e Rodoviária

Avenida Paraná, entre Avenida Souza Naves e Avenida Brasil

Ruas paralelas da Rua Guararapes, entre Avenida América e Avenida Santa Catarina

Rua Ipiranga, entre Avenida América e Avenida Santa Catarina

Rua Piratininga, entre Avenida América e Avenida Santa Catarina

Rua Porto Seguro, entre Avenida América e Avenida Souza Naves

Rua 15 de Novembro, entre Rua Humaitá e Avenida Maranhão

Rua Constituição, entre Rua Humaitá e Avenida Santa Catarina

Rua Maranhão, entre Rua 15 novembro e Avenida Paraná

Avenida Santa Catarina, entre Avenida Paraná e Piratininga

Avenida Brasil, entre Avenida Paraná e Travessa Itororó

Rua Abolição, desde Avenida América até Avenida Mato Grosso