Cidades

Fórum reúne centenas de profissionais da Saúde, Assistência Social e Educação

Atendimento à saúde mantam nas unidades de urgência e emergência foram debatido durante evento (Foto: ASSESSORIA PMC )

Um momento para debater as ações desenvolvidas pelas instituições que integram a rede de saúde mental de Cianorte. Assim foi na manhã de quinta-feira (24), durante o 1º Fórum de Saúde Mental, que é organizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, em parceira com o Comitê Municipal Intersetorial de Saúde Mental. O evento é realizado em alusão ao dia 10 de outubro – Dia Mundial de Saúde Mental, data instituída em 1992 pela Federação Mundial de Saúde Mental com o objetivo de chamar atenção pública para o assunto, que ainda é um tabu na sociedade.

Durante o encontro foi destacado a importância da rede de atendimento na saúde mental e abordado o atendimento nos pontos de urgência e emergência, na Secretaria Municipal de Educação e no Núcleo Regional de Educação; além do Centro de Atenção Psicossocial. “A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a saúde mental uma prioridade e defende que a questão não é estritamente um problema de saúde, devendo, portanto, contar com diferentes estratégias, setores e atores sociais para a construção e fortalecimento de uma política pública efetiva”, destacou a chefe da Divisão de Saúde Mental, Thaíse Dantas.

“Nosso objetivo com este evento é a abertura de um espaço de diálogo e articulação entre os diversos componentes da rede, apresentando à comunidade, além dos locais de intervenção e atenção direta aos transtornos mentais, quadros de adoecimento psíquico e situações de crise”, comentou o prefeito em exercício, Beto Nabhan. “Diversos são os mecanismos oferecidos pelo município com atividades relacionadas à prevenção e promoção da saúde mental. O importante é quebrar o tabu e falar sobre o assunto”, completou. O evento foi abrilhantado com apresentações culturais dos alunos do Colégio Dom Bosco e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).