Educação

Estudantes da rede estadual entram em férias a partir desta sexta-feira

Alunos, professores e funcionários das escolas do estado, param atividades por 10 dias
Último dia de aulas do primeiro semestre letivo da rede estadual será nesta sexta-feira (14) (Foto: Hedeson Alves/SEED)

O último dia de aulas do primeiro semestre letivo de 2017 da rede estadual de ensino será nesta sexta-feira (14). Com a chegada das férias, as atividades ficam suspensas nas 33 escolas que compõe o NRE local, e com isso 14.463 alunos que frequentam instituições do estado ficarão em casa, sendo 6.217 somente das 12 escolas de Cianorte.

Segundo informado pelo documentador escolar Anderson Gonçalves do Núcleo Regional de Educação de Cianorte, o recesso escolar terá duração de 10 dias (o início é no dia 17), e será encerrado oficialmente no estado em 26 de julho, mas em Cianorte e outras 3 cidades da região, aulas retornam apenas no dia 27. A diferença de datas acontece em decorrência dos feriados municipais em comemoração ao aniversário desses municípios, entre eles, Cianorte, Cidade Gaúcha, Tuneiras do Oeste e São Tomé. Após o fim do recesso, as aulas seguem até 20 de dezembro, quando será encerrado o ano letivo de 2017.

Para as equipes pedagógicas, as férias de julho encerram no dia 23, pois nos dias 24 e 25 (segunda e terça) acontece a Semana Pedagógica, que é reservada a debates entre professores e funcionários da educação.

A secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres, destaca a importância dos debates da Semana Pedagógica, ao afirmar que esses dias de trabalho com as equipes vão dar oportunidade à formação continuada dos profissionais. “São promovidas discussões sobre temas importantes que afetam a vida dos estudantes e que fazem parte do cotidiano da escola”, diz a secretária.

Nesta semana pedagógica, a segunda deste ano, o foco está na gestão e em debates mais detalhados sobre conselho de classe, abandono escolar, mediação de conflitos, relações interpessoais no ambiente escolar e alimentação dos estudantes.

Ana Seres frisa, ainda, que a Secretaria da Educação está desenvolvendo políticas públicas para a educação integral. “Temos feito vários esforços nesse sentido e mantemos mais de 60 unidades com tempo integral. Essa iniciativa contribui para a melhoria dos nossos índices educacionais”, disse.

A secretária lembra que no segundo semestre serão chamados cerca de trezentos professores remanescentes do concurso de 2013 para reforçar o Quadro Próprio do Magistério. Atualmente, a rede pública estadual tem mais de cem mil profissionais, entre concursados e temporários. (Com informações da Agência Estadual)