Polícia

Acidente na PR-082 pode ter sido causado por imprudência

Polícia investiga se um dos caminhoneiros realizou uma ultrapassagem indevida que levou à colisão
As cabines dos caminhões ficaram completamente destruídas (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

- Atualizada às 17h30

O grave acidente registrado na tarde de sábado (29), na PR-082, entre Indianópolis e Rondon, pode ter sido causado por uma ultrapassagem indevida. Testemunhas disseram à Polícia Rodoviária Estadual (PRE) que o motorista do caminhão caçamba, com placas de Maringá, que trafegava em sentido a Rondon, tentou ultrapassar um micro-ônibus de trabalhadores da Usina Santa Terezinha quando bateu de frente com uma carreta de Bozano-RS, que vinha em sentido contrário. O acidente ocorreu em um trecho de reta, sem acostamento, onde a ultrapassagem é permitida.

Com o impacto, os dois motoristas dos caminhões morreram na hora. Eles foram identificados como Valdir Pereira Pardim, 53 anos, morador de São Tomé, e Ênio Luis Cigana, 58 anos, morador de Bozano. O motorista do micro-ônibus conseguiu desviar a tempo, mas o veículo tombou na pista e pegou fogo. Os 17 ocupantes conseguiram sair e 13 deles ficaram feridos e foram encaminhados para hospitais de Cianorte, Indianópolis e Rondon.

Uma pessoa permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Casa de Cianorte. Ele teria caído para fora do micro-ônibus durante o tombamento. Ambulâncias dos municípios vizinhos estiveram no local para socorrer os feridos. Dois helicópteros do Samu também se deslocaram, mas não foram utilizados.

Ao G1, a Usina Santa Terezinha afirmou, em nota, que todos os funcionários que estavam no veículo foram atendidos e encaminhados para hospitais próximos e que tem oferecido toda a assistência aos atingidos. O setor de segurança do trabalho da Usina se recusou a passar informações para a Tribuna de Cianorte.

A pista ficou interditada nos dois sentidos e só foi liberada totalmente por volta das 21 horas, após a retirada dos caminhões e das cargas. Um deles estava carregado de pedras e o outro continha sacos de sais minerais.

MORTES NAS ESTRADAS

Os caminhoneiros foram as primeiras duas vítimas de acidente na PR-082 neste ano. Em 2017, sete pessoas morreram em acidentes na rodovia. Ao todo, a PRE registrou 17 mortes nas estradas na região desde o início do ano, oito delas na PR-323. No ano passado, foram 13 mortes na área de abrangência do posto policial.

Segundo o comandante do posto da PRE local, subtenente Antônio Sérgio Dinardi, a imprudência, o excesso de velocidade e a falta de respeito às leis de trânsito são as principais causas de acidentes. (Com informações G1 e Noti-cia)