Esportes

Diretoria do Cianorte FC não tem pressa para definir novo técnico

Paulo Turra é quase consenso dentro e fora do clube, mas projetos divergentes impedem acerto
{"Lucas Franzato e Paulo Turra":" volta do treinador n\u00e3o est\u00e1 descartada"} (Foto: MARTINS NETO )

Sem técnico desde a eliminação na Série D, a diretoria do Cianorte FC não tem pressa para definir o substituto de Marcelo Caranhato, demitido após um ano e sete meses de trabalho.

Devido a falta de calendário no segundo semestre, torna-se desnecessária a chegada de um novo comandante agora. A questão financeira também pesa, visto que, ao acertar com um novo técnico, o clube teria que arcar com os salários do profissional mesmo sem atividades profissionais no período.

“Não temos pressa e vamos cuidar disso com calma. A situação não exige pressa, até por questão de custos. Se fecharmos com um treinador agora, teríamos quatro ou cinco meses de salários sem atividade” afirma Lucas Franzato, presidente do clube.

A diretoria do Leão promete ser criteriosa na escolha. O objetivo é encontrar um profissional que se encaixe no perfil do clube, jovem, ambicioso e que “abrace” o projeto.

PAULO TURRA

Sempre que o Leão do Vale precisa de um técnico, o nome de Paulo Turra ecoa pela Capital do Vestuário. Campeão Invicto da Divisão de Acesso em 2016 e um dos técnicos com melhor aproveitamento a frente do clube, Turra sempre será visto com bons olhos, tanto pelo clube, quanto pelo torcedor.

Porém, um retorno neste momento é muito difícil de ocorrer. Auxiliar de Luiz Felipe Scolari, Paulo Turra segue aguardando o pentacampeão mundial definir seu futuro. Parado desde novembro de 2017, quando deixou o Guangzhou Evergrande, da China, Scolari ainda descansa e analisa propostas.

O objetivo de Turra, neste momento, é seguir trabalhando com o “mestre”. Em contato com a Tribuna de Cianorte, o treinador reafirmou os planos, mas não descarta o Cianorte, até pelo carinho que tem pelo clube.

“Nunca vou falar que não há hipótese. Gosto muito do clube e da cidade de Cianorte. Mas, no momento, não tem nada. Ainda aguardo o Felipe (Scolari) definir o futuro. Se ele não acertar nada, a princípio, estou programando ficar quatro meses nos Estados Unidos ou na Europa para estudar. Hoje é complicado, mas não posso dizer que está descartado” afirmou Paulo Turra.

O presidente do Leão, Lucas Franzato pensa da mesma forma. Fã do trabalho de Paulo Turra, Lucas rasga elogios, não descarta, mas também admite dificuldades.

“O Turra é um cara espetacular e está sempre com a gente. Mas é auxiliar do Felipão e é fiel a isso. E também precisamos de alguém a longo prazo. Não podemos perder treinador no meio de um trabalho. Mas é um cara que sempre será visto com bons olhos. Sempre teremos vínculo independente de qualquer coisa” afirma Franzato.

A única certeza é que o novo técnico do Leão contará com a comissão técnica que trabalhou com Marcelo Caranhato nas competições deste ano. Todos os profissionais renovaram contrato e permanecem no clube.