Estado

Detran-PR alerta sobre mensagens falsas nas redes sociais

(Foto: Divulgação)

O Detran-PR divulgou um alerta aos usuários, em que denuncia mensagens falsas enviadas em nome do órgão. Os golpistas anunciam a venda da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), facilitadores para compra de veículos em leilão e liberação de débitos.

As mensagens são enviadas por aplicativo de mensagens e em outras redes sociais. “O golpista está cada dia mais audacioso, ele assina as mensagens em nome dos diretores do Detran-PR para dar mais veracidade às informações, e logo após diz que enviou a mensagem por engano. As denúncias já estão sendo investigadas”, comenta o diretor geral, Cesar Kogut.

De acordo com o Detran-PR, os golpistas oferecem um caminho mais curto para adquirir a CNH, sem passar pelos exames obrigatórios, informam valores e facilidades sobre veículos que não existem. Para isso, usam o nome do Detran e até de parceiros para aplicar a fraude. Em troca, exigem pagamentos por depósito bancário ou boleto, antes de entregar o suposto documento, e nunca marcam encontros presenciais.

Além do dinheiro, os estelionatários pedem o envio de números de documentos, assinaturas e até as digitais do candidato que, ao fornecer essas informações, fica sujeito a outros tipos de golpes, principalmente relacionados à aprovação de crédito e financiamentos.

“O Detran-PR investe continuamente em tecnologia e segurança, e dessa forma dificulta a operação do golpista a qualquer aplicação de fraude. A pessoa que é conivente com esse tipo de atitude, também responderá criminalmente pela fraude”, finaliza Kogut.

Denúncias envolvendo comercialização de CNH falsa, venda de carro e retirada de débitos podem ser realizadas pela ouvidoria do Detran no site, no link “canais de atendimento”. Em Curitiba, também é possível fazer o relato diretamente ao Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber) da Polícia Civil, pelo e-mail [email protected], na Delegacia de Estelionato, pelo e-mail [email protected] ou via telefone 181.

No Interior do Estado, qualquer delegacia de polícia está apta a receber este tipo de denúncia.

Colaboração Detran-PR