Estado

Depois de três meses do nascimento, quíntuplos do Paraná ganham alta

A família seguirá para casa, que fica a cerca de 400 quilômetros de Curitiba, com uma van disponibilizada pela prefeitura
(Foto: TAIS SANTANA/RIC RECORD TV)

Depois de três meses do nascimento, os quíntuplos do Paraná ganham alta do Hospital do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, nesta quarta-feira (27). Emocionados, os pais agradeceram ao apoio da equipe médica e enfermeiros, que deram o suporte necessário durante os meses.

O irmão mais velho dos quíntuplos do Paraná, Davi, que estava em Chopinzinho, onde a família mora, veio acompanhar a alta hospitalar dos pequenos. A família seguirá para casa, que fica a cerca de 400 quilômetros de Curitiba, com uma van disponibilizada pela prefeitura.

“Eu tô bem emocionada, porque foi uma trajetória muito difícil e só nós sabemos o que passamos. E nós vencemos, graças a Deus”, contou a mãe dos quíntuplos muito emocionada.

Luis Henrique, Jhordan, Tiago, Laura e Antonella nasceram no dia dois de agosto e deixaram a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no dia 25 de outubro. Os quíntuplos do Paraná ficaram pouco mais de 50 dias em incubadoras, onde ganharam cuidados especiais. Depois, os bebês foram liberados para ficarem internados, com a presença da mãe, em um quarto da unidade de saúde.

Quíntuplos do Paraná foram confundidos com cisto

O início da gestação de Anieli Camargo Kurtel, de 24 anos, foi um pouco atípico: após se sentir indisposta, a jovem resolveu consultar e foi diagnosticada com um cisto no ovário ou uma gravidez ectópica, que acontece fora do útero.

“A primeira consulta que eu tive, o médico deu 99% que não era gravidez. Ele mandou fazer betas [exame] pra eu acompanhar. Ele falou que era cisto e que cisto, às vezes, acaba tendo os sintomas de uma gravidez. A gente não julga ele [ o médico] porque não apareceu nada”, contou a mãe dos quíntuplos do Paraná. 

Com o passar dos dias, no entanto, o ‘cisto’ não parava de crescer e, preocupada, ela retornou ao médico. Foi então que descobriu que, na verdade, estava grávida, o que já foi uma surpresa e tanto, viria a ser cinco vezes mais surpreendente.

Família continua arrecadando dinheiro em vaquinha online

Para ajudar a cobrir os custos com as despesas da família, o casal mantém ativa uma vaquinha online. Se você quer ajudar a família dos quíntuplos do Paraná, acesse a Vakinha Virtual.