Saúde

Criança que sofre há dois meses com dores é conduzida à Curitiba

 

Há 21 dias a Tribuna de Cianorte relatou o drama da netinha de Isabel Moura, de apenas cinco anos, que há um mês chorava na cama sem cuidados médicos. Sem opções para minimizar as dores abdominais da criança, a avó e a mãe utilizavam um secador de cabelo para acalmar a garota. E mesmo com toda a repercussão do caso, somente nessa quarta (30) a criança e a avó viajam para Curitiba, em busca de auxílio médico.

De acordo com Isabel, a garota ficou internada por um período, porém sem que seu problema fosse diagnosticado. “O exame que a médica pediu não é feito aqui em Cianorte. Me mandaram duas vezes para o mesmo laboratório que não faz o exame para criança, me mandaram para médico que não estava atendendo”, contou a avó.

A criança toma remédios de manhã e de noite. “O problema não foi resolvido, não sabemos o que ela tem. Eu espero que em Curitiba encontrem um caminho para minha neta voltar a levar uma vida saudável”, contou a avó.

Ambas seguem de van, até Curitiba, juntamente com outros pacientes de Cianorte. “Vamos chegar somente de noite. Minha neta deve ser consultada na quinta ou sexta e nem sei direito onde vamos ficar”, contou a avó à reportagem da Tribuna de Cianorte. A saga da criança vai completar dois meses.