Polícia

Criança é encontrada sozinha em carro; corpo da mãe estava em rio

A criança foi encontrada sozinha dentro do carro, ao lado do sangue da mãe
(Foto: PAULO FISCHER/RIC RECORD TV))

Uma mulher foi morta na frente do filho de quatro anos, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite desta quarta-feira (16). A criança foi encontrada sozinha dentro do carro, ao lado do sangue da mãe.

A criança foi encontrada sozinha durante uma patrulha dos Agentes da Força Nacional, eles localizaram um carro estacionado no limite de São José dos Pinhais com Pinhais. Quando se aproximaram, encontraram o menino sozinho no automóvel.

Seguindo o rastro de sangue, os agentes encontraram o corpo da mãe da criança dentro de um rio. Segundo a polícia, as marcas no carro de Beatriz de Almeida Santos, de 25 anos, indicam que houve briga entre a vítima e o assassino.

A perícia confirmou a informação, já que a vítima tinha marcas de agressão pelo corpo. Porém, nesse primeiro momento, a perícia não apontou com exatidão a causa da morte. Sacolas plásticas foram encontradas próximo do corpo, indicando que o assassino enrolou no corpo de Beatriz de Almeida Santos.

No local, a polícia informou que trabalha duas possibilidades:

  • Caso de latrocínio, que é roubo seguido de morte; já que o assassino pode ter fugido sem o automóvel depois de ter visto os agentes se aproximarem do local.
  • Caso passional, que é motivado por uma grande emoção;

A criança foi entregue para o pai e os avós. A família não quis comentar sobre o caso. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Carro da vítima tinha sido roubado horas antes

Três horas antes da morte de Beatriz de Almeida Santos, o carro da vítima foi roubado em Pinhais.

“A situação começou no final da tarde, como se fosse um sequestro, de um veículo Renault/Kwid, branco, com uma criança no banco traseiro e duas pessoas na frente. Um conduzindo e outra pessoa com ferimentos, segundo um motoqueiro que acompanhou o veículo”, contou o subtenente Valdir.

O veículo da vítima foi apreendido e deve passar por perícia nas próximas horas. A polícia trabalha para identificar quem era a pessoa que dirigia o carro.