Saúde

Criança de 4 meses é diagnosticada com meningite viral, em Cruzeiro do Oeste

Menina está no hospital em Umuarama e seu quadro é considerado estável
(Foto: Divulgação)

Uma criança de apenas 4 meses foi diagnosticada com meningite viral, na cidade de Cruzeiro do Oeste. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Henry Pretti, a menina teria começado a passar mal e apresentar sintomas da doença na manhã de quarta-feira (10).

Pretti explica que os pais levaram a criança até um médico particular em Umuarama. Em contato com a Secretaria de Saúde, foi solicitado que retornassem para Cruzeiro, para realizar uma avaliação no Hospital Municipal e na sequência o encaminhamento via SUS. Depois disso, ela foi transferida para o hospital Norospar, em Umuarama.

O secretário informou que conversou com o pai da bebê na manhã desta quinta-feira (11). Ela segue internada em Umuarama, mas está estabilizada. “As primeiras 24 horas de acompanhamento são essenciais. O pai disse que ela dormiu bem, está medicada e estabilizada”, informou Pretti.

Outro caso

Em 21 de março um menino de 8 anos foi diagnosticado com meningite bacteriana, do tipo B meningocócica, em Cruzeiro do Oeste. Este tipo da doença é considerado mais grave que a viral.

Após ter passado por hospitais de Cruzeiro e Umuarama, ele foi encaminhado para o hospital Universitário de Maringá, referência para este tipo de caso.

Nesta quinta-feira, o secretário de saúde informou que o menino teve alta e inclusive já voltou para a escola. Hoje foi seu primeiro dia de aula após a alta hospitalar.

Meningite viral

(Informações: site Minha Vida)

Os sintomas são, em geral:

- Febre e dor de cabeça

- Vômitos e, frequentemente, com sinais de irritação meníngea, como rigidez nucal

- Podem acontecer ainda alterações do comportamento ou convulsões.

Diagnóstico:

O exame médico vai determinar a indicação de tomografia e análise do líquor, que é o líquido que fica entre a meninge e o cérebro. Este exame é colhido por um médico, com punção por agulha na região da coluna lombar ou, eventualmente, na base da cabeça.

O líquor é submetido a diversos testes – alguns deles com resultado mais rápido e outros mais demorados. Os exames preliminares permitem determinar se há inflamação na meninge (meningite) e dá pistas sobre a causa – se meningite bacteriana ou viral.

As meningites virais podem acometer pessoas de todas as faixas etárias, mesmo se saudáveis.

Tratamento

Em geral, o tratamento é o controle dos sintomas, com analgésicos para a dor e antitérmicos para a febre e, em muitos casos, o tratamento pode ser feito em casa, sob orientação médica. Nas meningites herpéticas, é instituído tratamento com medicamento antiviral.

Prevenção

Para prevenir meningite viral, devemos garantir que a vacinação esteja em dia e manter bons hábitos de higiene, lavando as mãos com água e sabão antes das refeições e após usar o banheiro.