Polícia

Com aumento de furtos, PM divulga dicas de segurança

Registros de furtos a residências chegam a aumentar até 30% nos períodos de férias, quando moradores se ausentam
["Os objetos recuperados foram levados para a Delegacia de Cianorte."] (Foto: DIVULGAÇÃO 5ª CIPM)

Desde o dia 21 de dezembro de 2018, a 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) já atendeu 22 ocorrências de furtos a residências em Cianorte e nos distritos. De acordo com o subcomandante da unidade, capitão Cláudio Roberto Longo, crimes do tipo chegam a aumentar de 20% a 30% nesta época do ano, quando muitas pessoas viajam e deixam as casas fechadas por vários dias.

No último sábado (5), uma mulher foi presa por receptação com diversos objetos furtados em casa. Questionada, ela disse aos policiais que havia comprado todos os produtos de um desconhecido por R$ 700. Além de uma televisão de 42 polegadas, a polícia encontrou um porta joias com vários objetos, uma câmera fotográfica, um aparelho de som, um secador de cabelo, uma escova de cabelo giratória, uma televisão, um forno micro-ondas, uma tábua de cortar carne, três espetos e uma fritadeira elétrica, todos produtos furtados.

Diante disso, a Polícia Militar do Paraná lançou uma cartilha com dicas de segurança residencial. O material foi produzido em cima de pesquisas da PM com base em estatísticas de ocorrências, levando em conta especialmente as características em comum entre os registros. Os resultados do estudo serviram de base para a elaboração do manual. O manual traz informações básicas necessárias para a prevenção por parte do cidadão. São medidas simples que podem garantir mais segurança e tranquilidade às pessoas, se adotadas.

Primeiramente, os moradores devem estar atentos para diminuir as oportunidades de crimes, ou seja, não facilitar para bandidos que possam estar à espreita. As principais orientações são: manter portas e janelas bem trancadas e reforçar a iluminação externa da casa. Segundo o documento, uma pesquisa da PM aponta que em 12% dos casos de invasão de residências o portão estava aberto, além disso, em 9% dos casos o crime ocorreu porque havia muros ou grades deficientes, e 26% das vítimas não tomaram providências para melhorar a segurança depois do delito.

Para o comandante da 5ª CIPM, tenente-coronel José da Silva Neto, as pessoas abandonam suas casas no período de férias e muitas vezes não se preocupam em investir em itens de segurança adicional, que auxiliam o trabalho da polícia. Câmeras de segurança, cercas elétricas e sistemas de alarme e monitoramento evitam a ação de criminosos.

A cartilha também traz orientações em relação à estrutura dos imóveis. Segundo o documento, é importante dar preferência a grades ao invés de muros, pois elas facilitam a vigilância natural; escadas ou outros objetos devem ser guardados em cômodos fechados, para evitar que auxiliem no acesso ou saída da residência e em caso de perda de chaves, a orientação é trocar as fechaduras imediatamente.

DICAS PARA QUEM VAI VIAJAR

- Se possível, deixe uma pessoa responsável para verificar a residência e recolher correspondências;

- Oriente os vizinhos a acionarem a polícia pelo 190 ao visualizarem pessoas ou veículos suspeitos;

- Não deixe luzes externas acesas durante o dia;

- Não deixe objetos de valor à mostra no quintal;

- Evite comentar da viagem com desconhecidos ou divulgar nas redes sociais.