Mundo

Cianortenses são campeões mundiais pela equipe de HCR

 

Cinco integrantes da equipe de handebol em cadeira de Rodas da Unipar/Cianorte (Projeto AMA) representaram o Brasil no Campeonato Mundial da modalidade, que foi realizado em Curitiba dos dias 21 à 29 de setembro, no Ginásio Tarumã. Antes da competição, os convocados tiveram uma fase de treinamentos preparatórios entre os dias 14 a 20 de Setembro, também na Capital do Estado.

O Brasil liderou a competição em todas as categorias e sagrou-se Campeão Mundial. A competição contou com a presença de diversos países como Bolívia, Chile, Austrália, Argentina e Uruguai, Portugal e Venezuela. Cianorte esteve no Mundial sendo representada pelos atletas Everaldo Reduzino, Reginaldo Pereira, e Juliano Gonçalves, além dos Professores Ellen Rodrigues (Coord. do Projeto AMA) e José Cláudio dos Passos (Estagiário do Projeto AMA), que integraram a comissão técnica da seleção.

A Federação Internacional declarou que este evento acontecerá a cada dois anos, e a próxima edição está prevista para o ano de 2015, na cidade de Melbourne, na Austrália.

Segundo a Coordenadora do Projeto AMA, Ellen Rodrigues, a competição foi muito importante para o crescimento da modalidade. Afinal, durante o torneio, foi criada a FIHCR (Federação Internacional de Handebol em Cadeira de Rodas).

“A primeira edição do Mundial foi muito importante para a modalidade que foi criada na UNIPAR. Além dos jogos e aprendizagem técnica, a modalidade agora ganha mais organização e credibilidade pois, durante o evento, foi criada a Federação Internacional de Handebol em Cadeira de Rodas, o que auxiliará no processo da inclusão da modalidade nos jogos Paralímpicos”, afirmou Ellen Rodrigues, cianortense que integrou a comissão técnica da seleção Brasileira de HCR.

O diretor da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Cianorte, Vitor Machado, ressaltou o apoio prestado à modalidade. “Este ano a Prefeitura Municipal através da Secretaria de Esportes apoiou as iniciativas do esporte adaptado, e para o ano que vem a expectativa é ainda maior”, afirmou.