Cidades

Cianorte sedia Curso de Padronização das Investigações de Homicídios

É a primeira vez que a cidade recebe o treinamento, voltado a agentes envolvidos no atendimento a crimes de morte
["O delegado chefe da DHPP, Luiz Alberto Cartaxo Moura, abriu as atividades da tarde ","",""] (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

Agentes de segurança de toda a região Norte do Paraná participaram do Curso de Padronização das Investigações de Homicídios, realizado nesta segunda-feira (23), na Associação Comercial e Empresarial de Cianorte (Acic). Promovido pela Escola Superior de Polícia Civil e pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o treinamento visa integrar as técnicas utilizadas para atender e investigar crimes de morte em todo o estado.

O curso faz parte de uma série de eventos do gênero que estão sendo realizados nas subdivisões policiais do Paraná. Esta foi a terceira edição no estado, a segunda no interior e a primeira em Cianorte. O diretor da Escola Superior de Polícia Civil, Sebastião Ramos dos Santos Neto e o delegado chefe da DHPP, Luiz Alberto Cartaxo Moura, abriram as atividades e o investigador Luiz Renato Blanchet ministrou o conteúdo sobre as técnicas de padronização.

Para Moura, o objetivo é ampliar a cultura de investigação de homicídios às subdivisões policiais do interior do estado. “Nós temos que saber que o maior valor é a vida, por isso um crime de morte precisa ter uma atenção especial e o contexto que envolve o atendimento a este tipo de ocorrência precisa ser considerado como um todo”, afirmou.

Entre os participantes do curso estiveram policiais civis e militares, bombeiros, delegados, funcionários do Instituto Médico Legal e membros do Ministério Público (MP) de Cianorte e de outras cidades, como Maringá, Umuarama e Campo Mourão.