Cidades

Cartinhas da campanha Papai Noel dos Correios começam a chegar

Os pedidos estarão disponíveis para adoção a partir de segunda-feira; campanha segue até dezembro
Para adotar, basta ir até a agência que fica na Avenida Santa Catarina, 443 (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

Os Correios de Cianorte já estão separando as cartinhas recebidas com pedidos de presentes para o Papai Noel para serem adotadas pela população. A campanha, que já se tornou tradicional, foi lançada oficialmente na última terça-feira (6) e segue até o início de dezembro em todo o país. A adoção das cartinhas começa na próxima segunda-feira (12).

COMO FUNCIONA

As cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. As que atendem aos critérios da campanha são disponibilizadas nas agências. Os padrinhos podem ler as cartinhas e selecionar quais querem adotar. Depois, levam os presentes até os Correios, que fazem as entregas.

Em Cianorte, as cartinhas estarão disponíveis na agência da Avenida Santa Catarina até 4 de dezembro e os presentes podem  ser entregues até dia 12 de dezembro. A agência continuará recebendo cartinhas com pedidos até o dia 30 de novembro.

As primeiras que chegaram trazem os mais diversos pedidos, desde materiais escolares até bicicletas. Também há muitos pedidos de brinquedos. A maioria delas foi escrita por crianças que tem entre sete e 12 anos.

HISTÓRIA

A iniciativa começou com alguns empregados, que, durante a rotina de trabalho, recebiam cartas escritas por crianças, destinadas ao Papai Noel, mas sem endereço. Sensibilizados, resolveram adotar eles mesmos as cartinhas e enviar os presentes. Com o passar do tempo, a ação foi ganhando proporção e acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios.

Ao longo de 29 anos da campanha, milhões de crianças tiveram seu pedido atendido. Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,6 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Em Cianorte, cerca de 300 cartinhas são adotadas todos os anos. Além de estimular as crianças a escreverem cartas, a campanha dissemina valores natalinos, como a solidariedade. Mais informações estão disponíveis no blog dos Correios. (Com informações Assessoria Correios)