Cidades

Candidatos podem se inscrever para eleição do Consec

Nova diretoria será eleita através do voto popular e ficará à frente do Conselho até 2020
Roni de Godois: “A ajuda do Consec é pequena, mas valorosa para a segurança local” Roni de Godois (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

O Conselho Comunitário de Segurança (Consec) de Cianorte é o mais antigo do Paraná e atua junto à sociedade para conquistar melhorias na segurança local. Neste mês, uma nova diretoria será eleita para dar continuidade aos trabalhos e o prazo para candidaturas ainda está aberto. As eleições estão marcadas para o dia 18 e os candidatos interessados em integrar o Consec têm até dia 17 para apresentar a chapa.

A eleição é novidade para o Conselho, que até então era escolhido por indicação. Um decreto estadual de 2016 alterou as regras para o Paraná e agora as diretorias tem que ser eleitas por voto popular. Para se candidatar para o mandato 2018-2020 é necessário morar, trabalhar ou estudar em Cianorte, ser maior de 18 anos e não ter antecedentes criminais. Os cargos que deverão ser preenchidos são: presidente, vice-presidente, 1º secretário, 2º secretário, 1º tesoureiro, 2º tesoureiro e três membros para o Conselho Fiscal.

As chapas deverão realizar apresentar as inscrições por requerimento, protocolado junto aos membros natos (Polícia Militar e Polícia Civil), na sede da Associação Comercial e Empresarial de Cianorte (Acic). A eleição será no dia 18 de julho, das 8 às 10 horas, no mesmo local. Poderão votar os membros das chapas participantes e integrantes da comunidade maiores de 18 anos com comprovante de residência, trabalho ou estudo no município.

Se houver apenas uma chapa concorrendo, a eleição se dá por aclamação, após avaliação do comando local das polícias Militar e Civil. O subcomandante da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (5ª CIPM) de Cianorte, capitão Cláudio Roberto Longo da Silva, é importante que o Consec esteja próximo da comunidade para conhecer as demandas e propor ações que melhoram a segurança pública local.

“O papel do Conselho de Segurança é buscar fundos para ajudar os órgãos de segurança pública, por meio de doações, bazares da Receita Federal, doações de notas fiscais do Nota Paraná, por exemplo. Mas não é só isso, o Consec é a entidade que pode envolver a sociedade civil e os entes públicos em prol de uma causa, como a Delegacia Cidadã ou o Centro de Socioeducação (Cense)”, esclarece o capitão.

Por enquanto, nenhuma chapa foi inscrita para a eleição deste mês. Mas, segundo o subcomandante, há informações de que um grupo está se mobilizando para concorrer.

BALANÇO DOS TRABALHOS

A gestão 2015-2018 do Consec de Cianorte foi liderada por Roni de Godois, que define o trabalho como difícil e extremamente importante. Para ele, o Conselho de Segurança é uma organização da sociedade civil que tem o papel de cobrar melhorias aos entes públicos. Ao longo de três anos de mandato, as ações mais relevantes do Consec estiveram relacionadas à parte estrutural das polícias Civil e Militar.

Segundo Godois, a movimentação do Conselho foi de R$ 88 mil nos últimos três anos. “Nós conseguimos realizar melhorias simples, que demorariam se esperassem verbas do estado. Ajudamos financeiramente a sede da 5ª CIPM, a 21ª Subdivisão Policial e a Delegacia da Mulher, com consertos de viaturas, parte elétrica, cadeados, portões, equipamentos, entre outros.”

O presidente explica que uma das maiores dificuldades é conseguir angariar fundos para cobrir as demandas. “Nós começamos com contribuições mensais de empresários, mas o sistema só deu certo por um tempo. Para mim, este será o grande desafio da próxima gestão. Conseguir um montante considerável para atender às necessidades.”