Política

Câmara de Vereadores de Cianorte realiza primeira sessão de 2020

Ao todo, foram aprovados três projetos de lei; sessão contou com a presença do vice-prefeito Beto Nabhan
Sessão de segunda-feira marcou o fim do recesso legislativo na Câmara de Cianorte (Foto: Assessoria CMC)

A noite de segunda-feira, 3, foi marcada pela realização da primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Cianorte em 2020, e que marcou o fim do recesso legislativo. Durante a sessão foram aprovados, por unanimidade, três projetos de leis, sendo dois em segundo turno, de autoria dos vereadores; e um em primeiro turno, de autoria da Prefeitura de Cianorte.

A sessão ordinária contou ainda com a presença do vice-prefeito de Cianorte e presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Cianorte (Sinveste), Beto Nabhan e várias outras autoridades políticas e de classe.

Os projetos 

Em segundo turno e redação final, foi aprovado o projeto de lei de autoria do vereador Adailson Carlos Ignácio da Costa, o Dadá (PROS) que institui o Mês da Consciência Negra, a ser celebrado no período entre 28 de outubro e 28 de novembro de cada ano, em referência ao Dia Nacional do Zumbi e da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, data de falecimento do líder negro Zumbi dos Palmares. Durante o período, serão desenvolvidas diversas ações com objetivo de combater todas as formas de racismo, intolerâncias e discriminação racial.

Já o projeto de lei de autoria do vereador Silvio Fernandes, o Silvo do Pátio (MDB), também aprovado em segundo turno e redação final, institui no calendário oficial municipal, o "Dia Municipal de Combate e Prevenção ao mosquito transmissor da febre amarela, da dengue, do zika vírus e da chikungunya; Aedes aegypti", a ser realizado anualmente, no dia 5 de junho. “Serão desenvolvidas ações junto às secretarias Municipais de Saúde e Educação, com objetivo de conscientizar a população sobre o combate ao mosquito e as formas de prevenção”, explica Fernandes.

E, por fim, o projeto de lei aprovado em primeiro turno e de autoria do prefeito Claudemir Bongiorno, que denomina Biblioteca Pública Municipal Doutor Paulo de Moraes Barros Neto, o acervo bibliográfico da cidade. Paulo nasceu em 31 de agosto de 1922, em Piracicaba, São Paulo. Desde a fundação de Cianorte, em 26 de julho de 1953, o engenheiro agrônomo estava presente na cidade, inclusive, no churrasco de inauguração. Foi gerente e diretor da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, no escritório regional de Cianorte. Em 2003, Paulo Barros neto recebeu o título de Cidadão Benemérito de Cianorte. Faleceu em 29 de janeiro de 2018, aos 95 anos. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara de Vereadores de Cianorte).