Esportes

CAFE Futsal se prepara para o segundo jogo da final do Paranaense

As meninas derrotaram o Telêmaco Borba na primeira partida e têm a vantagem do empate para a decisão
A equipe do CAFE Futsal trabalhou duro durante a semana para garantir mais um título estadual contra o Telêmaco (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

Nesta segunda-feira (4), a equipe do Baterias Júpiter / Unipar / C.A.F.E vai a Telêmaco Borba para enfrentar o time local na final do Campeonato Paranaense de Futsal Feminino – Série Ouro. Na primeira partida, no dia 11 de novembro, as meninas do CAFE Futsal venceram o Bobig Gavis/ ATB/ Telêmaco Borba por 4 a 3 e agora precisam de um empate para garantir mais um título estadual.

De acordo com o técnico Cleverson Santana, a equipe de Cianorte vai entrar em quadra impondo seu ritmo de jogo e buscando uma vitória. “Não vamos entrar jogando pelo empate não, vamos entrar como se fosse jogo único e precisássemos da vitória. Essa semana toda fizemos a preparação para essa partida, que talvez seja a mais importante do ano para nós. Estudamos o time do Telêmaco Borba, treinamos em cima da fragilidade deles e também procuramos corrigir os erros que cometemos aqui em casa. Então esperamos fazer um bom jogo e conseguir o título”, ressaltou.

Na última semana, a equipe local participou dos Jogos Abertos do Paraná, mas acabou saindo da competição por problemas burocráticos. Este ano, as meninas do CAFE foram campeãs da 65ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) e ficaram em terceiro lugar na Taça Brasil de Futsal Feminino. Agora, buscam o tetracampeonato paranaense.

A goleira Júlia Melz falou sobre a pressão da partida decisiva. “Estamos tranquilas para o jogo, fizemos uma semana de treinos bem intensa para chegar lá e fazer uma boa partida. Sabemos que a torcida delas estará em peso, então temos que focar no jogo e esquecer as arquibancadas”, disse.

SELEÇÃO

A ala Jane Marques retornou da Seleção Brasileira de Futsal Feminino com o pentacampeonato da Copa América. A atleta foi convocada para jogar a competição, no Uruguai, e marcou presença balançando as redes em partidas decisivas.

Para ela, a experiência foi única e acrescentou uma grande bagagem. “Lá eu aprendi que estamos sempre em aprendizado e que podemos evoluir a cada dia. Temos que nos inspirar nas coisas que nos trazem bons resultados e estar com a mente aberta para aprender sempre mais”, afirmou.