Cidades

Bebê abandonado recebe alta hospitalar

["Rec\u00e9m-nascida foi encaminhada para a Casa Lar de Cianorte, onde deve permanecer at\u00e9 que as investiga\u00e7\u00f5es do inqu\u00e9rito sejam conclu\u00eddas. "] (Foto: Jaqueline Andriolli / Tribuan de Cianorte)

O bebê recém-nascido que foi encontrado dentro de um terreno baldio recebeu alta do Hospital e Maternidade São Paulo de Cianorte na manhã de quinta-feira (9). A menina ficou uma semana no hospital, depois de ter sido encontrada na tarde de quinta-feira (2). Com dois quilos, ela foi encaminhada para a Casa Lar de Cianorte, onde deve permanecer até que as investigações do inquérito sejam concluídas.

De acordo com a coordenadora de enfermagem do Hospital São Paulo, Leide Espíndola, a criança recebeu muito carinho no período em que ela esteve no hospital. “Nós batizamos ela de “Lis” aqui no hospital, foi uma forma de demonstrar o carinho que todos criaram por ela aqui”, afirma Leide.

A criança passou por vários exames como o teste do pezinho, tipagem sanguínea, teste da orelha, olho, coração e do quadril. Depois da bateria de exames, descobriu-se que ela tinha uma alteração no fígado, chamado icterícia. Conhecido popularmente como amarelão, a icterícia é uma alteração causada pelo aumento de bilirrubina no sangue, um pigmento amarelo fabricado naturalmente pelo organismo.

A menina Lis ficou em tratamento por três dias, até quarta-feira (8), quando voltou para o berçário. Já com os dois quilos, que foram determinados pelo pediatra, ela recebeu alta. A presidente do Conselho Tutelar de Cianorte, Ana Paula Calado, esteve no hospital na manhã de quinta-feira (9) e levou a criança para a Casa Lar. O local é administrado pela organização não governamental Aldeias Infantis SOS Brasil.